Matraca

6

Antenor Dias de Souza - conhecido por Pretinho - fiscal da SEFAZ que era dono do kilometro hotel - TUNEL DO TEMPO1 - 11-10-11Tunel do tempo - 11-10-11TÚNEL DO TEMPO

Ele foi um dos craques da fase áurea do nosso futebol amador. Fiscal de tributos aposentado, o nosso personagem do “Túnel do Tempo” desta semana é o Antenor Dias de Souza, conhecidíssimo na cidade como “Pretinho”. Ele inaugurou um dos primeiros hotéis de Rondonópolis, o Kilômetro Hotel, que funcionava na Avenida Cuiabá, na frente da Praça Brasil, onde hoje está a rede bancária de Rondonópolis. “Sou daquela época. Conheci bem o Pretinho e as proezas que ele fazia dentro de campo. Anota aí pra mim”, mandou dizer o Dilermando de Almeida do Prado, morador na Vila Jardim. “Faz tempo que não vejo este amigo. Não sei se ele ainda mora em Rondonópolis. É com alegria que vejo a foto dele no A TRIBUNA”, acrescentou o leitor Lucídio da Costa Amaral, morador no centro da cidade. “Sem pedalada fiscal. Crava aí pra mim o nome do Antenor Dias de Souza, o Pretinho”, sentencionou o Joel Colecionador. “Aposto todos os impostos que ele cobrou quando era fiscal. Esse é o Pretinho que comprou uma casa na praia em João Pessoa e se mudou pra lá”, afirmou o Toninho do Fórum. Outro que não teve dúvida em apontar o nome do fiscal aposentado foi o Fião Garapeiro.
Como o próprio Toninho do Fórum ligou para o Matraca e dedurou que foi ele quem passou a informação para o Fião, como reza o regulamento do “Túnel do Tempo”, o palpiteiro Fião está desclassificado, assim também como o ‘dedo duro’. Nenhum, nem outro.

BOLA MURCHA

O troféu “bola murcha” da semana fica com o Jonas de Assis, morador na região do Jardim Primavera. Ele ligou para o Matraca e jurou pra tudo quanto é santo que o personagem da foto era o advogado Nelson Pereira Lopes. “Nessa época aí [da foto] ele lidava com gado lá pras bandas do Alto Coité”, sustentou o Jonas.
Que mancada!

GANHADOR DA PEIXADA

Feito o sorteio entre os acertadores, o felizardo ganhador da peixada patrocinada pela Peixaria do Rico foi o Lucídio da Costa Amaral. Ele pode passar na recepção do A TRIBUNA, sempre a partir das 13h, e retirar os seus convites.

COMPARAÇÃO

E um leitor mandou dizer pro Matraca que o WhatsApp é igual o Fluminense do Hussein Daud. Cai num dia, mas no outro entra com recurso e acaba voltando de novo.
Ah, ah, ah, ah, ah….

PIADA PRONTA

Mais direto impossível. Veja só os dizeres que estavam em um cartaz pendurado em uma pousada no Nordeste: “Quem quiser café na cama, vá dormir na cozinha”.
Ah, ah, ah, ah, ah…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here