Ricardo Oliveira foi convocado no dia em que completou 15 anos de futebol profissional
Ricardo Oliveira foi convocado no dia em que completou 15 anos de futebol profissional

No dia 24 de setembro de 2000, Ricardo Oliveira fazia sua primeira partida como jogador de futebol profissional. Ontem (24), há exatos 15 anos, com 524 jogos e 276 gols na carreira, o centroavante ganhou o presente que tanto sonhava, mas talvez não esperasse neste momento. Devido a uma lesão, Roberto Firmino foi cortado pela Seleção Brasileira. Assim, o técnico Dunga, por meio de uma nota oficial divulgada no site da CBF, convocou o santista para defender o Brasil nas duas partidas que abrem as Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.
Aos 35 anos, Oliveira volta a vestir a “amarelinha” após oito anos. A última vez que pôde ter essa sensação foi em um amistoso contra Gana, em 2007. Além disso, o jogador defendeu o Brasil na Copa América de 2004, na Copa das Confederações de 2005 e nas Eliminatórias para o Mundial de 2006. Nas três competições a seleção se sagrou campeã. Ao todo, foram 12 jogos e três gols marcados (dois em um amistoso contra Hong Kong e um pelas quartas de final da Copa América de 2004, contra o Uruguai).
A convocação de Ricardo Oliveira não deve atrapalhar o Peixe, já que o Campeonato Brasileiro sofrerá uma paralisação durante os jogos da Seleção. O primeiro desafio será contra o Chile, fora de casa, dia 8 de outubro (quinta), às 19h30. Dia 13 (terça), o time de Dunga recebe a Venezuela, em Fortaleza (CE), às 21h. O Santos, por outro lado, entra em campo só no dia 15 (quinta), para encarar o Grêmio, em Porto Alegre (RS).
Depois de cinco temporadas no futebol árabe, Ricardo Oliveira voltou ao Brasil sob desconfiança, com um contrato válido apenas até o fim do Campeonato Paulista. Mas, depois de marcar 11 gols e ajudar o Peixe a levar o título Estadual com os prêmios de artilheiro e melhor jogador da competição, seu vínculo foi estendido até dezembro de 2017, acompanhado de uma valorização salarial. No Campeonato Brasileiro, o camisa 9 de novo é, isolado, o maior goleador da competição, com 17 gols. Já são 30 gols em 50 partidas em 2015.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here