PEC prevê 16 novos benefícios à categoria, entre eles o recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)
Foto: Arquivo

O Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged) registrou em abril um declínio de 0,24% no estoque de empregos formais no país, o que representa uma redução de 97.828 postos de trabalho, resultado de 1.527.681 admissões contra 1.625.509 desligamentos. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (22) pelo ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, em Florianópolis (SC). Mesmo com esse número, o país gerou 5,1 milhões postos de emprego formal desde 2011 e nos últimos 12 anos foram acrescidos 20,5 milhões de postos de trabalho. Os dados locais você confere na edição deste sábado (23) do Jornal A TRIBUNA.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui