Francisco Assis - poeta e bombeiro - 04-02-14

Quero renovar o planeta
Plantando uma árvore por mês
Identificando com etiqueta
Para evitar essa escassez.
Pois cada árvore que tomba
Para o comércio da venda
Ficando na terra animais sem sombra
Campo sem mata na fazenda.
O Governo faz sua campanha
Para que haja mais consciência
Ao transgressor que vende e ganha
Tem que conter com veemência.
A gente ouve a moto-serra
Tão logo a arvore cair
Soluçando sobre a terra
Esperando a hora de partir.
O eco fica na mata
Para a tristeza dos passarinhos
Uma dor que não desata
Onde postarão os seus ninhos.
Quem irá refazer o plantio
Lutar por essa causa nobre
Preencher tantos espaços vazios
Evitar esse planeta mais pobre.
Saudade daquele verde bonito
Onde pairava a essência lunar
Das folhagens fazendo agito
Vamos gente, reflorestar.

(*) Francisco Assis Silva é poeta e militar – email: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui