Sepulcro de um sonho e renascer de uma nova esperança?

3

Elmo Bertinetti - 26-06-14

A sociedade consciente de Rondonópolis, região sul de Mato Grosso sabe da nossa luta pela solução da maior anomalia rodoviária deste País representada por três BRs (364,163 e 070), que sobrepõem em um mesmo leito em um ridículo e desumano gargalo rodoviário e por onde as riquezas deste extraordinário Estado, que produz mais de 50 % dos grãos que garantem a balança comercial do País, e que não obstante ser o primeiro em produção alcançada pela bravura dos produtores e investimentos em tecnologia é penalizado por nossos administradores com a pior logística de transporte que se tem conhecimento, para o escoamento da sempre recordista produção aos mercados consumidores.
Há mais de 25 anos a sociedade de Rondonópolis através dos seus veículos de comunicação, com destaque para o A TRIBUNA, vem alertando as autoridades para o colapso, para a situação que hoje vivenciamos e que irá piorar, não tenham dúvidas.
Lutamos enquanto Comitê pela duplicação da BR 163/364, realidade presente, já tarde e explicitamente insuficiente, que tem determinado com suas ações equívocos na necessidade natural de eventuais bloqueios descontrolados e sem previsão, inaceitáveis para uma rodovia federal, que liga o Brasil do Sul com o Brasil do Norte.
Por nossas observações e monitoramento do cronograma podemos afirmar que a mãe dos PACs, embora vitoriosa, está totalmente perdida, afogada entre a incompetência e a corrupção, que campeia em seu governo, resultando naturalmente na falta de regularidade e necessária continuidade da obras, dos três trechos que ligam Rondonópolis a Cuiabá. Tememos que esta se transforme em mais uma das realizações tipo transposição do rio S. Francisco, não acabadas, superfaturada, neste estilo estranho de administrar, amordaçando como reféns nossos representantes, para atender a projetos políticos de poder.
Enquanto isto cada vez fica mais difícil chegar à Capital do Estado, o que já alertávamos a longo tempo, continua fiel a previsão.
Voltando a nossa solução indicada (MT 040), simples, econômica, que alem das muitas outras vantagens poderia desviar em torno de 6.000 veículos pequenos dos 14.000 diários da rodovia federal, por uma rodovia alternativa, que facilitaria a vida de todos no seu destino à Capital.
Infelizmente TUDO VOLTOU A”ESTACA ZERO”…Este é o RESULTADO DE CINCO LONGOS ANOS DE LUTA.
Iniciamos este sonho em 2009 e chegamos a 2014 com a esperança morta, fartos e enojados de tanta mentira e enrolação de quem se serviu deste Governo por um longo período, recheado de promessas, ridículas enganações, fazendo-nos sacrificar a fé e a esperança por inúmeras vezes até o completo aniquilamento das nossas energias ao ponto de hoje sentir-nos envergonhados das mentiras, que pela santa ingenuidade reproduzimos para a população.
Podem sentir a situação que a boa intenção da nossa luta voluntária se transformou. Na realidade lixo resultante da incompetência, da mentira capaz de matar ideias, alem das muitas vidas sacrificadas e dos transtornos crescentes da nossa comunicação rodoviária com a capital.
A prometida alternativa rodoviária através do Pantanal, com a ligação rodoviária entre São Lourenço de Fátima e o Distrito de Mimoso (somente 77 Kms), solução mágica, de baixo custo, essencial como viabilidade econômica, de uma área esquecida do pantanal, incentivo para a atividade turística e a evidência do Mimoso pelo que significa com sua aura esotérica natural e histórica por ser o berço de um dos mais ilustres matogrossesses.
Felizmente a escuridão não é eterna e graças ao nosso vereador Fábio Cardozo, que tem sido um apoiador atuante do nosso movimento, junto com nosso futuro promissor senador José Medeiros já temos agendada uma Audiência com o Governador Pedro Taques, com a presença do Secretário Marcelo Duarte Monteiro (SINFRA), do Secretário de Turismo, Diretoria do Comitê, lideranças do Brejinho, Mimoso e Porto de Fora, alem de prefeitos da região.
Esta obra, grande sonho da população, esperamos que encontre espaço no projeto de transformações deste novo governo com foco em logística e retomada do progresso deste grande Estado.

(*) Elmo Bertinetti é médico em Rondonópolis e presidente do Comitê Pró-Rodovias

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here