Uma oportunidade de mudança

1

New DocDevido ao novo cenário econômico mundial, intensificado pela globalização, ficam mais intensas as ações das empresas voltadas para QUALIDADE. Porém muitas confundem o real significado da qualidade, esta possível confusão força as organizações de um modo geral a reverem suas posturas frente aos consumidores, aos acionistas, aos colaboradores e a sociedade.
Segundo Deming – um dos pioneiros no conceito da Qualidade no Japão – “Todos querem Qualidade, porém, cada ser humano tem uma visão diferente sobre Qualidade”. Com isto, surgem diversos programas voltados à qualidade com o objetivo de promover a melhoria contínua dos produtos e dos processos. Houve um programa que se destacou dentre os demais, no período pós-guerra no Japão, e é até hoje difundido e aplicado nas empresas como “base” para um sistema de Qualidade Total, este conhecido como Programa 5S ou simplesmente 5S.
O Programa 5S surgiu por volta de 1950, logo após a 2º Guerra Mundial, em um período de total “oportunidade” de mudança, devido os resultados negativos da guerra. Fábricas, Cidades, Estados e por que não ressaltar o País, estavam destruídos, imagine um “pós-guerra” onde o pânico da população, a falta de dinheiro e todo tipo de estrutura mínima para o desenvolvimento, estavam destruídos.
Diante desta situação Deming iniciou um processo de mudança nos hábitos diários e culturais das pessoas, iniciando nas atitudes básicas do dia a dia, sendo esta a principal filosofia do Programa 5S.
Sua divisão é básica e de fácil aplicação em qualquer empresa e até mesmo na vida pessoal das pessoas. O nome 5S é devido a denominação utilizada no Japão, e são classificados em Sensos da Qualidade, como a seguir:
1º Senso Qualidade – Seiri: Senso de Utilização;
2º Senso Qualidade – Seiton: Senso de Ordenação;
3º Senso Qualidade – Seisou: Senso de Limpeza;
4º Senso Qualidade – Seiketsu: Senso de Asseio;
5º Senso Qualidade – Shitsuke: Senso de Autodisciplina.
Devido ao grande sucesso alcançado pelo Japão, outros países começaram a disseminar sua prática. O fato é que muitos que o fizeram não tomaram o cuidado de atentar para o real objetivo que estes conceitos tinham que transmitir e algumas implantações não deram certos ou não foram levadas a sério. No Brasil, a prática do programa 5S se iniciou por volta de 1991.
Sua aplicação prática é pautada de um dia denominado partida ou dia “D”, sendo este classificado como um “divisor de águas” ou “fases” para empresa no qual irá utilizar a “oportunidade de mudança” de sua fase atual para mudar para uma fase de qualidade real, esta qualidade é percebida visualmente na empresa, nas pessoas envolvidas e nos processos. Os resultados esperados por esta ação são consumidores, acionistas e colaboradores satisfeitos, este pode se dizer que é um passo correto em direção a “Qualidade Total”. Dá para se ter ideia do poder desta ferramenta quando bem implantada na empresa.
O programa 5S é, portanto uma atitude, uma prática, uma ação e deve ser implantadas nas marcenarias, serralherias, supermercados, lojas, igrejas, bibliotecas, sendo estas privadas ou não, ou de qualquer outro setor e até no país.
A mudança diária e a saída da “zona de conforto” é uma atitude saudável para todas as pessoas, o Programa 5S é uma solução simples e disponível. Pense nessa mudança!

(*) Administrador Tiago Albres Podestá, consultor empresarial em Rondonópolis, na Consultoria e Assessoria Empresarial Marcondes Santos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here