Clarão incerto

1

O maio começou fresco
O tempo está mudado
Mas não é um frio intenso
É apenas moderado
As chuvas se afastaram
Mas o ar não está ressecado

Minha saúde está frágil
Eu não sei por que é
Estou com o corpo cansado
As vezes mal paro em pé
E se ainda estou trabalhando
É com a força da fé

Ontem apenas tomei banho
E tive que me deitar
Acordei antes das onze horas
Levantei para rezar
Li dois capítulos de São João
Isso me ajudou a melhorar

Falei um pouco com Deus
Contemplando o céu aberto
A lua em quarto crescente
Dava um clarão meio incerto
Fiz minha meditação
Notei que tudo dava certo

Depois fiz uma poesia
Com toda a simplicidade
Dando os detalhes da noite
Com a sua amenidade
Mesmo com a saúde frágil
Encontrei a felicidade!

(*) Valdir Xavier é poeta e morador em Rondonópolis

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here