Vovô amigo

0

Queridíssima Débora Lira
Netinha do meu coração
Há tempos que eu queria
Buscar uma aproximação
Se não posso marcar presença
Faço por meio da canção

Sempre que olho a nosso foto
Eu peço a Deus te abençoar
Que reine a paz e prosperidade
Em sua vida e em seu lar
E peço também que um dia
Eu possa de novo te abraçar

Não sei se você já sabia
Eu recebo as revistas do Cruzeiro
Esta é a de número 109
E é o mais altaneiro
Porque mostra a nossa foto
E estamos lindos e faceiros

Aparecemos na última folha
Com outras personalidades
E informa que você é cruzeirense
Para minha maior felicidade
Vou conservar este exemplar
Como uma relíquia de verdade

Foi um prazer te conhecer
E tirar foto junto contigo
Receba um forte abraço
Deste seu vovô amigo
Viver distante de você
É o meu maior castigo!

(*) Valdir Xavier é poeta e morador em Rondonópolis

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here