Pensando no futuro

1

Já chegou novembro, hora de arregaçar as mangas e começar a trabalhar. Diretoria unionina, reuna-se e faça uma reflexão, analise o ano perdido, quem tiver que sair que saia agora para depois não prejudicar quem fica.
Vamos planejar tudo com calma para que no próximo ano a torcida não cante na arquibancada essa música. “Mais um ano se passou e nem sequer ouvi falar seu nome”.
Aos jogadores que ficam, pedimos, vistam a camisa e se dediquem. Queremos o máximo de empenho, porque a cobrança virá desde o primeiro dia, precisamos no Colorado de jogadores com compromisso. Se expulsarem um, os outros dez têm que se doarem, cobrir a porcentagem de quem saiu.
Édio Galvão, a nossa comissão técnica tem que ser mantida, são pessoas que trabalham e amam o União, profissionais que choram junto com a torcida do mesmo jeito que te vi chorar na nossa eliminação. Comece as contratações, a hora é agora, chega de andar para trás, vamos montar time e começar a treinar, no mínimo quarenta dias antes de começar o campeonato, pelo menos uns três amistosos em casa para a torcida sentir o clima, contrate um técnico e um meia de qualidade e no ataque junto com Careca o campeão Valdir Papel.
Carlos Rufino, gosto muito de você, mas como técnico pecou demais, sei que teu coração é vermelho e não azul como disse uma vez, por isso te faço um pedido. Não saia, com certeza tem um cargo para você na diretoria eu e toda a torcida do União contamos com você.
Presidente João Batista, outros clubes já começaram se movimentar, dispensaram e contrataram e já estão treinando. Lucas e Cuiabá estão com times montados, batalhando por um degrau mais alto no futebol brasileiro e nós estamos de braços cruzados.
O nome União é muito forte e seus torcedores são apaixonados e o que move um time é a sua torcida. Temos um projeto para ser aprovado e, com certeza, os “fiéis vermelhinhos” vão colaborar e a cobrança virá. Cansamos de ouvir que a torcida colorada não ajuda o clube, portanto, vamos nos unir e trabalharmos juntos, não vamos esquecer que “o União” faz a força.

(*) Elizabeth Amalia Palhano, a Teca, é torcedora do União – [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here