Fim de festa

1

(*) Francisco de Assis

Foram nove dias de festa
Onde em todos me fiz presente
Um sucesso que não contesta
Na opinião da nossa gente.

Passeei em todas as vias do parque
Encontrei inúmeros amigos
Nas lembranças fiz desembarque
Muito convicto naquilo que digo.

Embalei-me no som dos shows
Cantei bonito pra meu Jesus
E se convidar de novo eu vou
Buscar a paz, encher de luz.

As passarelas ficaram estreitas
Pra receber os transeuntes
Tanto na esquerda como direita
Qual o destino não me pergunte.

Uma feira de opções e negócios
Pra conquistar o empreendedor
Seja individual ou mesmo sócio
Sitiante, agricultor.

Havia bebidas geladas à venda
Pratos típicos pra degustar
Uma novidade em cada tenda
Era comer e apreciar.

E assim que começava o rodeio
Uma multidão já esperava
Entre eles eu lá no meio
E a grande arena nos segurava.

Torcemos pelos peões daqui
Como forma de incentivo
Deu tudo certo e eu vi
A vitória desses nativos.

Dancei na areia molhada
Depois que marquei minha cartela
Porém a sorte não foi brindada
Fiquei numa tristeza daquela.

Fim de festa eu fui embora
Mais foi bom o quanto durou
Saudades eu guardo agora
Foi o que do evento restou.

(*) Francisco de Assis da Silva é bombeiro militar em Rondonópolis – Email: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here