JPM Brasil

1

SERRA E ALCKMIN
A saída do secretário de Esporte e Lazer da cidade de São Paulo, Walter Feldman, do PSDB, do qual é um dos fundadores, revela a briga intestina dentro do partido entre o ex-governador José Serra e o atual governador Geraldo Alckmin. Junto com Feldman, seis vereadores tucanos pediram o boné, aprofundando ainda mais a crise no ninho paulista, com respingos em âmbito nacional.
NINHO PARTIDO
Aos poucos o PSDB vai perdendo seus quadros históricos. Recentemente foi a vez do professor e ex-ministro da Fazenda, Luiz Carlos Bresser Pereira, um dos fundadores da legenda, anunciar sua desfiliação. Bresser Pereira denunciou que o PSDB perdeu sua função histórica, que acabou sendo assumida pelo ex-esquerdista PT, hoje o partido de fato socialdemocrata brasileiro.
OPOSIÇÂO FRACA
A luta intestina no PSDB paulista e a defecção do DEM, com a saída do prefeito Gilberto Kassab, que acabou de fundar o Partido Social Democrático (PSD) são sintomas do enfraquecimento da oposição ao governo Dilma. Um dos reflexos é a atuação no Congresso Nacional. Além de numericamente reduzida, está completamente sem discurso.
SURTADO
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) demonstrou mais uma vez que é esquentadinho da silva. Na segunda-feira ele se irritou com uma pergunta de um repórter da Rádio Bandeirantes sobre a sua pensão vitalícia de ex-governador do Paraná. Descontrolado, Requião tomou o gravador do jornalista. Devolveu depois sem o cartão de memória. O repórter o denunciou na polícia por crime de apropriação indébita.
DELETADO
Depois Requião devolveu o cartão de memória do gravador do repórter Victor Boyadjian, mas antes deletou todas as entrevistas nele contidas. Não apenas a com o senador, mas todo o dia de trabalho do repórter. E o descontrolado Roberto Requião ainda diz pretender ser presidente da República…
MAIS VELHOS
Dados divulgados pelo IBGE demonstram que o nível de emprego na faixa acima de 50 anos tem aumentando no País, chegando a 56,1% no primeiro trimestre deste ano. É neste contingente que, mais rapidamente, se encontram os níveis de preparo e experiência para algumas funções. Outro dado: é nele o maior “estoque” de desempregados. Conclusão: se o emprego aumenta nessa faixa, revela-se que está aumentando linearmente.
RIOCENTRO
Está dando o que falar a série de reportagens que o jornal O Globo publica desde a semana passada sobre os 30 anos do atentado do Riocentro, que completam no próximo domingo. A série, além de resgatar a história desse episódio nefasto, vem revelando novos detalhes dos bastidores do regime militar em seus estertores.
PORÕES
Naquele 1º de maio de 1981, um sargento e um capitão do Exército preparavam a colocação de uma bomba no Riocentro, onde estava acontecendo um show de MPB em homenagem ao Dia do Trabalhador. A bomba, no entanto, explodiu no colo do sargento Guilherme do Rosário, que morreu na hora. O capitão Wilson Machado ficou gravemente ferido, mas sobreviveu.
REVELAÇÕES
Uma das revelações da série de reportagens é a existência de uma agenda em poder do sargento Rosário, com nomes de dezenas de pessoas (militares e civis) que pertenceria a uma suposta rede terrorista dentro das Forças Armadas. Este e outros grupos conspiravam contra a abertura política do ex-presidente-general João Figueiredo, que colocaria fim ao regime militar quatro anos depois com a eleição de Tancredo Neves.
VERDADE
A revelação deste e de outros episódios contribuem para que se acelere no Congresso Nacional a votação do projeto que institui a Comissão da Verdade, que está no Parlamento desde maio do ano passado. Por essa comissão, espera-se que o País passe a limpo o período da ditadura militar.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here