Entorpecente, materiais e objetos suspeitos apreendidos ontem Vila Verde ontem pela Polícia Militar
Entorpecente, materiais e objetos suspeitos apreendidos ontem Vila Verde ontem pela Polícia Militar

Policiais das guarnições dos cabos Duque e Élvis e soldados Leme e Florivaldo faziam rondas no bairro Vila Verde, região da grande Vila Operária, na tarde de ontem, por volta das 17h30 e, ao avistarem alguns suspeitos, tentaram fazer uma abordagem mas os mesmos se evadiram e se refugiaram numa casa também suspeita.
Ao fazerem uma abordagem e revista no local, os policiais localizaram vários objetos de origem suspeita, incluindo droga e oito bicicletas.
Os policiais prenderam em flagrante Jailson da Silva Alves, de 20 anos de idade, natural de Riacho de Santana (BA), com passagem por roubo naquele estado, e que estaria em Rondonópolis há apenas dois meses. Conforme a PM, o segundo preso suspeito  é Robson Alves da Silva, natural de Campo Grande (MS), tem 18 anos de idade e é filho da dona da casa onde foram encontrados os objetos suspeitos. De acordo com a polícia, a dona da casa chegou a abandoná-la porque seus netos a teriam transformado em uma “boca de fumo”. A polícia apreendeu junto com a dupla um menor de 16 anos de idade.
No local, a PM apreendeu cinco aparelhos celulares, carregadores, 14 petecas de pasta base de cocaína e uma trouxa grande de maconha, bem como uma corrente dourada com pingente, vários relógios de pulso, carteiras de documentos, uma TV de 20” Panasonic, um aparelho DVD LG, um botijão de gás, oito bicicletas de várias marcas, um capacete azul e vários pares de meias novas ainda no pacote. Segundo a PM, o entorpecente foi encontrado com Jailson da Silva. Os suspeitos, bem como o material apreendido foram entregues à autoridade plantonista para as medidas cabíveis.

1 COMENTÁRIO

  1. Rondonópolis deveria tomar uma atitude dura com relação a esses bandidos e desocupados profissionais que perambulam pela cidade. Realizar uma triagem e todos os que forem de outras cidades, seja do estado que for, por num ônibus e mandar de volta, com aviso de que, se voltar o pau vai comer e cadeia por no mínimo dois anos. Temos que moralizar nossa cidade e dar segurança aos nossos moradores, pois a infestação de marginais e desocupados e alarmante, como também os crimes acontecendo diariamente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here