Comandante Taborelli apresenta os suspeitos e o entorpecente no local onde a droga foi encontrada, no Bairro Boa Esperança
Comandante Taborelli apresenta os suspeitos e o entorpecente no local onde a droga foi encontrada, no Bairro Boa Esperança

Uma investigação levada a efeito pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar, após o recebimento de algumas denúncias de tráfico de entorpecente no bairro Boa Esperança, resultou na descoberta de uma boca de fumo no começo da tarde de ontem, por volta das 14h, na prisão em flagrante de dois homens e na apreensão de 25 pacotes de maconha, pesando 28,685 quilos.

Os policiais descobriram que numa casa da Rua C estava chegando um carregamento de droga e que os suspeitos estariam num bar próximo. Três pessoas foram presas no bar. L.G.R.da S., de 27 anos de idade, está sendo apontado como o dono da droga. Ele foi encontrado no bar de posse de uma balança. Os policiais prenderam ainda M.R.C.da S., de 25 anos e o policial militar E.R.da S., de 27 anos de idade, lotado na PM em Alto Garças, que se encontrava em companhia dos dois suspeitos.

Ao procederem uma revista no quarto da casa, os policiais encontraram uma mala grande, de cor vermelha, contendo vários pacotes de entorpecente envoltos em sacolas plásticas pretas. Havia droga escondida embaixo da cama e dentro de um rack.

Quarto onde estava a mala com o entorpecente, um tablete encontrado embaixo da cama e os demais na rack
Quarto onde estava a mala com o entorpecente, um tablete encontrado embaixo da cama e os demais na rack

A pessoa que assumiu a propriedade do entorpecente disse que trouxe a droga de Campo Grande (MS), onde teria pago cerca de R$ 500,00 o quilo. Ele não quis revelar por quanto venderia.

O comandante do 5º BPM, tenente coronel Pery Taborelli comandou pessoalmente a operação policial e informou à imprensa que atendendo a uma orientação superior, iria apresentar o soldado PM junto com os suspeitos ao delegado plantonista para que o mesmo resolvesse a sua situação, já que o soldado não foi detido no local onde estava a droga, mas estava em companhia dos suspeitos e confirmou ser amigo dos mesmos.

A PM apreendeu ainda três aparelhos celulares, uma faca e um aparelho de som automotivo. Ao proceder uma revista na casa do soldado, foi encontrado um revólver calibre 38, sem registro e uma caixa de balas com 50 unidades calibre 22.

O comandante encaminhou o entorpecente e os suspeitos ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc).

1 COMENTÁRIO

  1. Deixa a policia trabalhar sem politica para atrapalhar,tem politico querendo a saida do coronel, vomos ficar de olho, na próxima eleição pau na moleira deles.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui