• Beleza que não pode ser vista

    As formações rochosas e riquezas arqueológicas do Parque Ecológico “João Basso”, que abriga […]

  • Não somos mercadoria

    Comprar e vender pessoas… Saber que em pleno Século 21 seres humanos são tratados como mercadoria. […]

  • Concorrência desleal

    O comércio informal tem sido uma realidade cada vez mais presente nas cidades brasileiras, inclusive […]

  • Marcas da ineficiência

    Obras públicas abandonadas são os símbolos mais visíveis da ineficiência administrativa. A falta […]

  • Duplicação pela metade

    O começo da cobrança do pedágio na BR-163/364 em Mato Grosso, anunciado para o próximo mês de […]

  • O agricultor

    Trabalha muito, levanta cedo, com chuva ou frio, não tem sábado ou domingo… Depende do clima, […]

  • É preciso mudar esse quadro

    No Brasil tem-se verificado o crescente movimento de judicialização do direito à saúde, que nada […]

  • Quem fica no prejuízo?

    O cidadão rondonopolitano já vem se acostumando em ouvir falar de obras públicas paralisadas por […]

  • Cobrando a conta de quem não deve

    Há um bom tempo no Estado de Mato Grosso as interdições em rodovias têm sido uma forma comum de […]

  • Abraçar também o Rio Vermelho

    No começo deste mês, tivemos uma interessante ação em prol do ribeirão Arareau, que corta o perímetro […]

  • A que ponto chegamos….

    A situação crítica da saúde em Mato Grosso não é muito diferente do que acontece no Brasil. […]

  • A primeira impressão é a que a fica

    Costuma-se apontar a malandragem como uma das maiores mazelas da sociedade brasileira. Geralmente, […]

  • Judiciário emperrado

    São muitas queixas: lentidão, ineficiência, negligência para com a população mais carente e […]

  • Quanto vale uma vida?

    Devido ao grande número de acidentes de trânsito que acontecem diariamente em Rondonópolis, bem […]

  • Triste realidade

    Ao longo dos anos o Brasil vivencia uma alarmante realidade de matança generalizada de sua população […]