Boa proposta

A Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis (ACIR) realiza hoje um encontro com empresários e autoridades para debater a segurança pública na cidade, ou melhor, a falta dela. O objetivo dos empresários é principalmente cobrar das autoridades ligadas à área mais ações efetivas no combate ao crime e à violência, mas também ouvir e sugerir ações e soluções para essas mesmas autoridades, de forma que dessa interação surjam soluções para o quadro de violência que ceifa vidas preciosas, como a do empresário Átila Nogueira, morto por assaltantes dentro de sua própria residência no último dia 8.

Uma das sugestões que devem ser feitas às autoridades da segurança pública do Estado é a construção de uma nova base para o Corpo de Bombeiros, que servirá para descentralizar o trabalho da corporação e, principalmente, para desafogar a atual e única sede que a corporação tem na cidade, cujo espaço é limitado e mal dá para abrigar os bombeiros, as equipes para-médicas do Samu 192 e veículos especiais. Manobrar os caminhões de bombeiros e as viaturas médicas do Samu no exíguo pátio da sede do Corpo de Bombeiros é uma tarefa para exímios motoristas.

A ideia da ACIR é que a nova sede do Corpo de Bombeiros seja construída no espaço da antiga rodoviária, região central da cidade, e, com essa nova unidade, a corporação possa contar com mais espaço para abrigar seus equipamentos e também diminuir em muito o tempo de deslocamento para atender ocorrências no comércio e nas regiões mais próximas desse lado da cidade.

Uma nova base para o Corpo de Bombeiros é uma luta antiga da sociedade local, já tendo sido inclusive cobrança do A TRIBUNA em várias ocasiões, apontando a necessidade de um outro espaço para abrigar a estrutura de combate a incêndios dos Bombeiros e de socorro do Samu 192, além dos projetos e programas sociais que mantêm. Anteriormente, se discutiu a possibilidade da nova base ficar sediada onde funcionava o antigo DNIT, localizado próximo ao viaduto da Avenida Presidente Médici, o que diminuiria em muito o tempo de atendimento de ocorrências em toda a grande Região Salmen. Mas a iniciativa não prosperou.

Agora, esperamos que a ideia seja encampada e que, em breve, a cidade possa contar com uma nova sede para o Corpo de Bombeiros e para o Samu 192, que são responsáveis pelo salvamento de muitas vidas cotidianamente na cidade. Vamos esperar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here