Tópicos

SERÁ? I
Após a reportagem do Jornal A TRIBUNA denunciar, na edição de ontem (11), que a obra de construção de uma praça anunciada pelo município em agosto de 2017 ainda não havia começado, a equipe do prefeito José Carlos do Pátio (SD) resolveu entrar em ação e parece que finalmente a comunidade do bairro Vila Aurora II, mais conhecido como Nova Aurora, vai receber a sua esperada pracinha.

SERÁ? II
A construção do espaço de lazer foi anunciada com um mini palanque, mas até o momento tinha ficado somente na promessa. Pra não dizer que nada foi feito, uma máquina limpou a Praça, deixou no “terrão”, e depois disso ninguém nunca mais voltou ao local. A garantia de que a obra vai sair do papel foi dada desta vez ao A TRIBUNA pelo diretor de Urbanismo da Coder, Oderly Xaxin, que anunciou o início da mesma para a próxima segunda-feira (15). Vamos aguardar!

CALÇADA
Bonita mesmo (contém ironia) está a situação da calçada, ou falta dela, da Escola Municipal Rubens Alves, que tem o prédio alugado pelo Município. A justificativa é de que, como a área não é do Município, não há como fazer obras de calçamento. E cobrar do proprietário, será que não dá? Do contribuinte comum o poder público sabe cobrar… Cada uma!

SALÁRIOS I
Na última quarta-feira (10), o Governo anunciou o pagamento dos salários dos servidores de 37 secretarias e órgãos do Poder Executivo, deixando de lado pastas como a da Educação, por exemplo, que tem mais de 40 mil servidores. O Governo chegou a afirmar que eles deveriam receber no próximo dia 15, mas no final da manhã de ontem (11) confirmou o pagamento de todos.

SALÁRIOS II
O anúncio de que os professores não receberiam neste primeiro momento provocou movimento imediato do Sindicato da categoria, que é forte e não tem um pingo de simpatia pela gestão Taques. Até mesmo a palavra greve foi citada, se o governo tentasse tornar os atrasos rotina. Bastou a pressão começar, o Estado anunciou o pagamento de todos. De forma oficial, o governo “fez um esforço para pagar os salários de todos”.

SALÁRIOS III
Quem já está de olho nesse escalonamento de pagamentos é o Fórum Sindical, que representa várias categorias do funcionalismo público do estado. Eles acusam o Estado de complicar a vida do servidor e também do comércio e outros, já que são mais de R$ 500 milhões mensais que circulam devido ao pagamento de salários. Bom, pelo menos, o Estado ainda está pagando, citando Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, em que a coisa está feia!

ME AJUDA!
Desde o início da gestão do prefeito José Carlos do Pátio, as reclamações vindas dos mais diversos conselhos municipais não param. Conselho do Idoso, da Mulher, Tutelar, todo mundo com dificuldade para trabalhar, especialmente com a questão do combustível para os veículos. O que acontece? Será que em mais de um ano não foi possível solucionar essa questão? Me ajuda a te ajudar, prefeito!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here