MALHA VIÁRIA
Recapeamento dá nova vida para as vias principais

Numa primeira etapa, 17 quilômetros de ruas e avenidas da região central vão receber esse tipo de recapeamento asfáltico

Trabalho de recapeamento asfáltico sendo executado na Avenida Bandeirantes – Foto: Weslan Simioni

O trabalho de recapeamento asfáltico que está sendo executado nas principais vias vem sendo um presente de aniversário para Rondonópolis neste fim de ano. É a primeira vez na história do município que se faz um trabalho dessa qualidade em prol da recuperação da malha viária. Estão sendo investidos R$ 10,8 milhões neste serviço.
Segundo a Prefeitura, 17 quilômetros de ruas e avenidas da região central vão receber esse tipo de recapeamento asfáltico. O projeto incluiu as ruas Arnaldo Estevão, José Barriga, Fernando Corrêa e avenidas Frei Servácio, Dom Wunibaldo, Ponce de Arruda, Tiradentes, Rui Barbosa, Marechal Dutra, Cuiabá, Amazonas e Marechal Rondon.
A secretária municipal de Infraestrutura, Nivia Calzolari, explica que a malha viária de Rondonópolis é bastante antiga, estando deteriorada e piorando a cada chuva. Nessa realidade, atesta que a Prefeitura pensou em fazer um trabalho de qualidade para que dure mais tempo. Além disso, aponta uma frota de 164 mil veículos em Rondonópolis, a segunda maior de Mato Grosso.
O recapeamento nas vias selecionadas envolve a aplicação da capa asfáltica do tipo Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) com 5 centímetros de espessura. O serviço começa com a demarcação dos pontos danificados e, na sequência, entra em ação a máquina fresadora que retira parte do pavimento antigo que já está comprometido, sem danificar a base.
Conforme Nívia Calzolari, esse tipo de recapeamento foi escolhido considerando a necessidade da malha viária do município. “É um material de qualidade, pois o município precisa. Nós estamos tendo muito gasto com operação tapa-buraco. Nos últimos quatro anos foram cerca de R$ 37 milhões gastos com tapa-buraco”, explicou.
Atualmente, o Município tem quatro tipos de serviços em execução na malha viária: construção de asfalto, recapeamento, e a lama asfáltica. No caso da obra de recapeamento, o propósito é recuperar e aumentar a resistência e durabilidade do pavimento.
Apesar da importância, nessa fase inicial, transtornos foram causados no trânsito, especialmente por falta de planejamento e atuação de agentes de trânsito. O Município pede a compreensão da população nesse período diante dos contratempos.
Os serviços que foram contratados estão sendo pagos exclusivamente com recursos da Prefeitura. Por enquanto, os trabalhos estão mais avançados na Avenida Bandeirantes.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia

Popups Powered By : XYZScripts.com