VISÃO HISTÓRICA
Praça dos Carreiros: uma projeção no tempo

Imagem mostra como era a área que hoje é a Praça dos Carreiros na década de 1950

Rondonópolis é a mais importante cidade do interior do Estado, é a segunda em arrecadação do Mato Grosso e a cidade polo de outros dezoito municípios.
Rondonópolis é uma cidade conhecida por suas terras férteis e localização privilegiada, imbricada no entroncamento das rodovias BR-163 e BR-364, que ligam as regiões Norte/Sul do país, sendo o portal da Amazônia e a entrada para o pantanal mato-grossense.
A posição geográfica estratégica tem contribuído para o crescimento econômico local e oferece um leque de oportunidades aos investidores que buscam expandir e diversificar seus negócios: no agronegócio, na pecuária de corte e leiteira; no setor de unidades esmagadoras de soja; na produção de fertilizantes e do biodiesel; no setor têxtil e do couro; no comércio de maquinários, utilitários, motocicletas e comércio em geral; no setor de serviços; no transporte; na prestação de serviços.
Grande parte da força de trabalho de construção de Rondonópolis é formada pelo contingente de migrantes: homens e mulheres audazes, esperançosos por encontrar um eldorado que lhes pudessem oferecer novas oportunidades de trabalho e realização – são migrantes mato-grossenses, nordestinos (da Bahia, de Pernambuco, do Ceará, do Maranhão), paulistas, mineiros, goianos, paranaenses, catarinenses, gaúchos ao lado de libaneses, árabes, japoneses, espanhóis, sul-americanos e outros. Hoje em dia, em Rondonópolis, a força de trabalho já é representada pela terceira geração desses migrantes e imigrantes.
No âmbito da história de Mato Grosso, o que diferencia Rondonópolis das demais cidades é o fato de seu povoamento ter iniciado em 1902 (com goianos e cuiabanos – em sua maioria) apresentado um crescimento até 1920, seguido de um processo de despovoamento e retorno de crescimento após duas décadas.
A data de fundação do povoado é 10 de agosto de 1915, referente ao documento de doação de 2000 hectares efetuado pelo presidente de Estado do Mato Grosso Joaquim da Costa Marques – tipo de Carteira de Identidade Oficial, do local que em 1918 passou a ser denominado de Rondonópolis, homenagem a Rondon que recebe então a outorga de Patrono de Rondonópolis.
Somente depois de 1948, é que o vilarejo apresentou indícios de crescimento demográfico e retomou o crescimento. Tais dados emergem a partir de o momento em que Rondonópolis é inserido no contexto capitalista de produção como fronteira agrícola mato-grossense, resultado da política de Sistema de Colônias implantado pelo governador Arnaldo Estevão de Figueiredo.
Nesses termos, a emancipação de Rondonópolis só veio a acontecer em 10 de dezembro de 1953 e o “boom” do município passou a ser realidade depois de 1970: com o advento do modelo agroexportador, da modernização do campo, da melhoria da malha viária e da concretização de políticas de incentivos fiscais do Estado.

(*) Luci Léa Lopes Martins Tesoro, Doutora em História Social pela USP, autora do livro “Rondonópolis-MT: um entroncamento de mão única”. E-mail: lllmt@terra.com.br

1 comentário

  1. Infelizmente, não se dá o real valor às praças, sobretudo, com o crescimento exacerbado que as cidades enfrentam nos dias atuais. Falta de banheiros, proteção ao bem público e segurança e outras necessidades… Como disse em alto e bom tom, o ex-VEREADOR Olimpio ALves, esposo da autora deste artigo, “as praças só servem para moradores de rua e usuários de drogas”. O ex-vereador e ativista cultural (oi?) naquela ápoca, queria ver aprovada por todo custo, um posto de saúde pra Praça da Saudade e o foi impedido pelos moradores, que alegaram que a praça deveria na verdade ser revitalizada. Como hoje é dia de Rondonópolis, um culto à memória, nada mais justo que abrirmos os baús, em nome das praças… E, convenhamos, casa de ferreiro, espeto de pau… Poderia, o ex-vereador naquela época, ter tido aulas com sua esposa professora Laci

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia

Popups Powered By : XYZScripts.com