OPERAÇÃO TSUNAMI
PC prende 20 acusados de tráfico e roubos em Juscimeira

Operação é resultado de quatro meses de investigação com monitoramento de suspeitos de tráfico de drogas – Foto: Polícia Judiciária Civil

A operação Tsunani deflagrada pela Delegacia da Polícia Civil, em Juscimeira, na madrugada desta terça-feira (5), resultou na prisão de 20 pessoas. O alvo da operação, conforme informações da assessoria da Polícia Judiciária Civil – PJC, são grupos de traficantes investigados pelo comércio de drogas e roubos naquela cidade que viveu uma noite sangrenta, em 28 de novembro, com quatro mortes a tiros. Além dos mandados de prisão cumpridos, a polícia ainda deteve suspeitos em flagrante, durante as buscas realizadas.
Com mais de 120 policiais envolvidos, a operação começou nas primeiras horas de ontem e conseguiu cumprir 12 mandados de prisão preventivas e 20 buscas, totalizando 32 ordens judicias. A ação policial visa ainda esclarecer a matança ocorrida naquele município. A polícia suspeita que os homicídios têm ligação com o tráfico de drogas.
Bruno Sérgio Abreu – delegado no município – conta que as investigações sobre a comercialização de drogas já vinha acontecendo há quatro meses, com monitoramento de supostos traficantes associados para o comércio de entorpecentes na região Sudeste do Estado. Durante os trabalhos neste sentido, aconteceram os homicídios que acredita estarem ligados ao tráfico. Entre os investigados foram identificados três menores suspeitos de envolvimento.
Na lista das pessoas presas está José Maria Otaviano Pereira que é suspeito de ter envolvimento com crime de roubo qualificado, ocorrido em Juscimeira, no dia 6 de novembro. Ele é acusado também de ter praticado crimes graves, como lesão corporal e estupro de vulnerável, quando ainda era menor. Os policiais conseguiram cumprir o mandado de prisão preventiva contra José Maria em Rondonópolis.
A Operação Tsunami contou com efetivo de policiais civis e militares de unidades da Região Integrada de Segurança de Rondonópolis, Juscimeira, Jaciara, Dom Aquino, Campo Verde e Primavera do Leste, além de cães farejadores da Polícia Rodoviária Federal – PRF, policiais das Gerências de Operações Especiais – GOE e de Combate ao Crime Organizado – GCCO e unidades da Diretoria de Atividades Especiais – DAE.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia