CASO SOB SIGILO
Jovem de Cuiabá é localizada na Síria

Juliana Cruz: autoridades brasileiras mantêm sigilo sobre a sua localização – Foto: Arquivo

Desaparecida desde o dia 14 de novembro, a jovem Juliana Cruz foi localizada na Síria, para onde viajou de férias, interessada em conhecer um rapaz com quem fez contato pela internet. Ele se chama Sheraz Re e é de Damasco, capital do país árabe. Tanto a Polícia Federal–PF quanto o Ministério Público das Relações Exteriores mantém o caso sob sigilo, alegando a garantia da integridade física da moça que mora em Cuiabá e é funcionária da Associação Mato-grossense dos Municípios–AMM.
A informação de que a moça foi encontrada com vida foi repassada à Polícia Federal pelas autoridades da Embaixada do Brasil em Damasco. Mas, a PF não foi informada sobre a situação que se encontra a jovem.
Questionado sobre a situação de Juliana Cruz, o ministério emitiu a seguinte nota: “o Itamaraty, por meio da embaixada em Damasco, acompanha o caso da brasileira Juliana Cruz. O setor consular do posto mantém contato com a família da nacional e com autoridades locais. De acordo com a Lei de Acesso à Informação e em respeito à privacidade da nacional brasileira, esta assessoria não está autorizada a fornecer informações sobre o caso”.
A AMM também não está tratando do assunto, a pedido da família que teme pela vida da moça. Juliana Cruz é estudante de Direito e trabalha junto ao setor jurídico daquela entidade, como auxiliar administrativo.
A moça chegou a comentar a decisão de viajar para Síria, com colegas de trabalho. Esses tentaram, em vão, demovê-la da ideia.
O delegado Murilo Almeida Gimenes, do Núcleo de Inteligência da Polícia Federal, é responsável pela investigação sobre o caso.

2 comentários

  1. Carlos Torremocha Luna

    Essa tem que voltar e pagar as despesas que deu à Polícia Federal e ao Itamaratí. Não tem dinheiro? peça para a família. É muita desfaçatez destazinha.

  2. Ela deve ser responsabilizada por seus atos.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia