QUÍMICA
Alunos de Rondonópolis se destacam em Olimpíadas

Foto: Divulgação/IFMT

Alunos de Rondonópolis são premiados nas XII Olimpíadas Mato-grossenses de Química (OMQ), e o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) Campus Rondonópolis está entre as cinco escolas mais premiadas do Estado. E entre os destaques do Instituto, está o aluno Paulo Gabriel da Silva Mota, que foi medalhista de ouro entre os segundos anos do Ensino Médio.
A solenidade de premiação aconteceu na Secretaria de Educação do Estado (Seduc) em Cuiabá. E além dos sete medalhistas, o Campus Rondonópolis teve também 22 alunos que receberam menção honrosa pelo bom desempenho.
A OMQ tem o objetivo de estimular o ensino, o estudo e a pesquisa no campo da química, descobrir jovens com talento e aptidões para o estudo da matéria e difundir a importância da química no cotidiano.
Para Paulo Gabriel, que cursa o 2º ano do ensino médio, integrado ao curso de Química no IFMT, participar das Olimpíadas e receber medalha é motivo de muito orgulho. “Eu achei fantástico ter recebido medalha, porque é uma coisa que você percebe que o estudo leva a alguma coisa, e a premiação são os frutos que estou colhendo. E eu estou sentindo muito orgulho de mim mesmo, e meus pais mais ainda”, disse o aluno que já almeja prestar vestibular para Engenharia Química futuramente.
No total, foram 11 mil alunos da rede pública e particular que participaram da XII Olimpíadas Mato-grossense de Química (OMQ). E a competição no Estado, é considerada a terceira maior do Brasil.
Para o ex-reitor do IFMT, José Bispo, que representou a Instituição na premiação, a competição estimula os alunos a olharem para a área de química, que possui ainda deficiências. “Sempre apoiei a participação do IFMT em todas as Olimpíadas que aconteceram, pois somos uma instituição voltada para essa área da química e sabemos que ainda há deficiência. Por isso, estamos sempre em busca de capacitar professores”, disse.
Medalha de Prata: João Marcos Wachtmann Soares e Rafaela Magalhães Arsénio.
Medalha de Bronze: Matheus Teixeira Basso, Bruno Henrique Silva e Thalison da Silva Santos

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia