Tópicos

CORPOS RESGATADOS I
A Força Aérea Brasileira – FAB resgatou nesta quinta-feira (14), os corpos do piloto Leandro Pascoal, a mulher Franciele Pascoal e o filho do casal, de 1 ano e 5 meses, mortos acidente aéreo. A família estava no avião que caiu em uma área de mata, próximo de Juruena, na região norte do estado. Os corpos foram levados para Juruena e entregues às autoridades policiais.

CORPOS RESGATADOS II
Na operação de resgate foram usados um helicóptero, um avião e 35 militares da FAB. Uma clareira foi aberta na mata. Alguns fatores dificultaram a retirada dos corpos do local. Segundo a FAB, a região é de mata fechada com nuvens baixas. O que prejudicava a visibilidade. A altura das árvores e a elevação do solo também comprometeram a ação.

QUEDA NA PRODUÇÃO I
A produção de soja em grão e arroz em casca em Mato Grosso deve ter queda de 0,2% e 21,7%, respectivamente, em 2018 em relação à safra deste ano. A estimativa é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em âmbito nacional, a previsão é que no próximo ano haja retração nas produções de milho e soja tenham queda.

QUEDA NA PRODUÇÃO II
Apesar do aumento de 1% na área plantada com soja, Mato Grosso deve registrar queda de 0,2% na produção do grão. Para o IBGE, a safra do grão foi afetada em decorrência das incertezas quanto ao clima durante o ciclo da cultura. Maior produtor de soja do país, Mato Grosso deve produzir 30,4 milhões de toneladas do grão em 2018. Isso significa que o estado deve ser responsável pela colheita de pouco mais de 1/4 da produção nacional.

CONTAS DO ESTADO: BLOQUEIO DE R$ 13 MILHÕES
O juiz Mirko Vincenzo Giannotte, da 6ª Vara Cível de Sinop, concedeu à Fundação de Saúde Comunitária de Sinop uma tutela antecipada determinando o bloqueio de R$ 13,3 milhões na Conta Única do Estado. O valor é correspondente a 3 parcelas mensais do contrato de gestão firmado entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a fundação, que exerceu a administração do Hospital Regional de Sinop até o dia 30 de novembro.

CONTAS DO ESTADO: BLOQUEIO DE R$ 13 MILHÕES
Na ocasião, o contrato foi rescindido de forma unilateral pela fundação, por conta dos atrasos nos repasses de valores por parte do Estado, conforme consta na notificação extrajudicial acostada nos autos. O montante bloqueado judicialmente é referente aos meses de setembro, outubro e novembro, sendo R$ 4,4 milhões por cada mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here