Rio Vermelho agradece ação do MPE

A iniciativa do Ministério Público do Estado de Mato Grosso – MPE de preparar os responsáveis pela degradação das margens do Rio Vermelho, na extensão da Rodovia do Peixe, para recuperar as áreas, é merecedora de reconhecimento e aplausos. A ação dá o bom exemplo de que o homem deve ser responsável pelos seus atos, inclusive no que se refere aos danos causados ao meio ambiente. Agora o Velho Poguba respira mais aliviado.
O acordo com a Promotoria de Justiça permite que pelo menos 150 proprietários de imóveis rurais localizados às margens do rio conquistem os conhecimentos técnicos necessários para atuar na recuperação das áreas degradadas. A medida adotada pelo promotor pode servir para despertar a consciência ambiental de, pelo menos, parte desses proprietários que destruíram matas ciliares e afetaram o leito do rio.
Cada proprietário que abriu veredas nas margens do rio, ergueu construções e instalou restaurantes lanchonetes ali, agora tem a oportunidade de recuperar as áreas e descobrir a importância de se preservar a riqueza natural que proporciona mais qualidade de vida a todos. O exercício de recuperar Áreas de Preservação Permanentes – APPs e depois implantar sistemas de saneamento rural que ajudem a proteger as matas ciliares e as águas serenas, pode transformar cada proprietário em amigo do Rio Vermelho.
O que se espera é que cada proprietário participante do acordo se torne, a partir daí, uma pessoa consciente da importância da fauna e da flora, e sobretudo, aprenda a se curvar diante da nobreza das águas do rio que dão origem a todas as vidas do reino animal e vegetal, em todos os cantos desse planeta azul. Os recursos hídricos são, sem dúvida nenhuma, a mais valiosa riqueza existente na terra. Por isso, é necessário saber preservar as nascentes dos rios e manter suas margens cobertas de mata ciliar.
Brindemos a iniciativa do Promotor Marcelo Vacchiano! O Rio Vermelho merece seguir seu curso, correndo sem a agressão do homem e confiante na chance de ser melhor preservado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here