O que você faria de diferente pela sua cidade?

Rondonópolis completa hoje 64 anos de emancipação e a população é testemunha do que precisa ser melhorado no município. Porém, cabe ao poder público, principalmente ao prefeito, ouvir e atender as necessidades do povo. A partir disso, a reportagem do A TRIBUNA foi até o Centro da cidade para realizar uma enquete com as pessoas e saber de cada uma: Se ele (a) fosse prefeito (a) de Rondonópolis, o que faria de diferente para a sua gente?
Os principais temas abordados pelos entrevistados foram relacionadas às áreas de saúde, educação, segurança e infraestrutura. Cada cidadão opinou de que forma atuaria caso fosse responsável pela gestão municipal.
Confira, a seguir, a declaração de cada pessoa que foi questionada:


José Roberto dos Santos,
mecânico

Foto: Deivid Rodrigues

“Se eu fosse prefeito de Rondonópolis, eu procuraria parceria com empresas de fora para se instalarem na cidade. Reduziria impostos, contrataria mais médicos e traria para mais policiais para o município”.


Thaine P. Passos de Carvalho,
estudante

Foto: Deivid Rodrigues

“Se eu fosse gestora da cidade de Rondonópolis, eu mudaria tanta coisa. A saúde pública, por exemplo, além de providenciar a entrega dos residenciais que ainda não ocorreu”.


Raimundo Vieira Silva,
instalador de alarmes

Foto: Deivid Rodrigues

“Eu melhoraria a saúde que ainda está muito precária. Quando vamos nos postos de saúde, Deus me livre. Também cuidaria da educação, porque acredito que seria a primeira coisa a se fazer para a cidade ser melhor. Há escolas que não possuem aparelhos de ar-condicionado e o quanto que você vê de criança reclamando da condição das escolas não é brincadeira”.


Alife Henrique Gonçalves,
pastor

Foto: Deivid Rodrigues

“Eu acho que há muito buraco na cidade e para melhorar eles precisam ser tapados. E acredito que os recursos deveriam ser melhor aplicados na área da saúde”.


Egmar de Paula,
empresário

Foto: Deivid Rodrigues

“Se eu fosse prefeito, buscaria melhorar a infraestrutura dos bairros que hoje ainda é muito precária. E precisam também reforçar a segurança e realizar pavimentações”.


Déborah R. das Neves Amorim,
professora

Foto: Deivid Rodrigues

“Se eu fosse prefeita de Rondonópolis, eu melhoraria o salário dos professores e reforçaria a segurança da cidade. Até o momento estou gostando dessa atual gestão que ainda não teve tempo de fazer muita coisa e o prefeito está consertando muitas coisas da gestão passada”.


Daíla Franciellin de Assis,
tutora de polo educacional

Foto: Deivid Rodrigues

“Se eu fosse prefeita de Rondonópolis eu melhoraria a educação, a segurança e a infraestrutura. Há muitas ruas que ainda não foram asfaltadas e por isso chega a ser difícil o acesso a alguns bairros”.


Thaise Lopes,
vendedora

Foto: Deivid Rodrigues

“Se eu fosse prefeita de Rondonópolis, eu cuidaria dos bairros mais pobres. E há tanta coisa que precisa de melhorias. As creches, por exemplo, atendem apenas em meio período e seria importante se tivessem unidades educacionais que fossem em período integral. Eu também correria atrás para resolver a questão da rede de esgoto que não suporta muita água e acaba alagando casas, como ocorre na região dos bairros São Francisco e Ipanema”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here