ESTRANHO
Procurador que ofereceu denúncia contra o União pede renúncia

Foto: Arquivo

Julierme Romero apresentou pedido de renúncia do cargo de procurador do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MT) da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF). A atitude deixou a diretoria do União Esporte Clube indignada já que o advogado, no exercício como membro do TJD, foi quem ofereceu denúncia, formulada por Mixto, Cacerense e Dom Bosco, que foi julgada no dia 6 de novembro e que culminou na eliminação do time rondonopolitano da Copa Federação.
Em seu pedido de renúncia, Julierme alegou que não poderia continuar a fazer parte do tribunal pelo fato de “estar cumulando função junto à 5ª Turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MT, da qual inclusive vem cumulando a função de Presidente daquela Turma, bem como, o grande acúmulo de trabalho” em seu escritório de advocacia.
No julgamento realizado no início deste mês, na sede da FMF, em Cuiabá, Julierme havia ratificado os termos da notícia de infração e requereu novamente a condenação do time rondonopolitano. Na ocasião, por quatro votos a um o Vermelhinho perdeu nove pontos e ainda foi multado no valor de R$ 1 mil diante da acusação da escalação de seis jogadores na condição de não profissionais com menos de 20 anos em duas partidas da Copa Federação.
De acordo com o vice-presidente do União, Reydner Souza, Julierme Romero foi nomeado como procurador apenas para trabalhar em cima da denúncia contra o Colorado.
“Na ocasião em que ele foi nomeado como procurador ele já acumulava estes cargos. Então o Julierme ofereceu a denúncia, o TJD julgou e o União foi eliminado e, dias depois, o procurador renuncia. Isso nos causa indignação, tristeza e estranheza quanto ao fato”, desabafou.
Reydner repassou que agora o União vai aguardar a continuidade do julgamento do recurso interposto contra a condenação pelo TJD. A sessão de sexta-feira passada (17) foi suspensa devido a falta de quórum depois de uma discussão entre auditores do tribunal desportivo.
O vice-presidente afirmou que tem a certeza de que o recurso do Vermelhinho será negado pelo pleno do TJD. Com isso, caso a decisão a ser tomada pelos auditores venha a ser esta mesma, Reydner já avisou que o clube vai recorrer no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia