Carta aberta a todos – 20 de novembro: Zumbi vive!

Neste 20 de Novembro de 2017, o Espírito de Zumbi continua vivo, pairando sobre “nossa gente” na defesa dos pobres e oprimidos e nas lutas pela verdadeira Justiça contra a dominação, exploração e golpes de Estado, patrocinados pelo neoliberalismo.
Em função do Governo Temer, e do seu Golpe “palaciano”, nossa gente (negros e brancos pobres) já está enfrentando a volta da pobreza maior e da expansão da miséria e da fome. O desemprego, as demissões para recontratações com menores salários e as mudanças para pior, mostram que o sentido das Reformas Golpistas é o revigoramento de formas atrasadas de exploração (com aparência de novidades tecnológicas), que reduzem ou eliminam postos de trabalho, e ainda, os direitos consagrados dos trabalhadores, deixando-os sem perspectivas de viverem mais e melhores dias, sem sobrevivência de uma vida descente e alvissareira.
Com relação a nós negros e aos adeptos outros das religiões afros, que estão enfrentando o racismo religioso, acompanhada da extrema violência e discriminação que está impedindo o direito à liberdade religiosa, os golpistas do Governo nada fazem, pois os casos de discriminação estão se avolumando. Há mesmo quem questione se os golpistas do Governo não estariam sendo coniventes com a situação, tamanha a demora em se resolver tudo isso. É muita “conversa mole”; só querem saber da Reforma da Previdência, para recriarem as condições de uma escravidão contemporânea.
Os afrodescendentes continuam a ser parcialmente “justiçados” pelo Genocídio contra negros e pobres, isto é, são mortos (por justiceiros e outros grupos de extermínio, principalmente no Estado do Espírito Santo), e as providências não surgem para superar esse novo capítulo da Guerra Civil brasileira contra os negros e brancos pobres, que elimina anualmente milhares de seres humanos, superando, por vezes, em mortalidade, várias guerras que acontecem no mundo atual. Enquanto isso, fala-se apenas em Reforma da Previdência e número de soldados PM que já morreram esse ano.
Neste Dia de Zumbi, seu Espírito Guerreiro exalta por melhores condições de vida para nossa gente, Liberdade, Paz, Igualdade Racial, Igualdade Social.
Assim, não basta que reivindiquemos apenas por “nenhum direito a menos”; o que precisamos, além disso, é de mais direitos e melhorias sociais que nos cabe, para que possamos (nossa gente) progredir na História, realizarmos nossos objetivos, e alcançarmos a felicidade real, e não a simples conjectura burguesa, pequeno burgues e hedonistas nesse sentido.
Lutemos, pois, contra as formas de Atuação e Pensamento do Racismo: Branqueamento, Branquice, Branquitude, Brancura e Embranquecimento do Negro, que são os responsáveis maiores pela nossa pobreza, insegurança, aviltamento e da exploração e dominação da nossa Nação, a autêntica Nação Brasileira.
– Contra o racismo religioso!;
– Pela liberdade religiosa de todos!;
– Contra o golpe de estado disfarçado de democracia – fora Temer e golpistas!;
– Por eleições livres e diretas já!;
– Salve Zumbi: Ganga Zumbi!;
– Contra as dominações e explorações do ultraliberalismo (neoliberalismo atual);
– Salve os negros, os brancos pobres e o povo brasileiro!;
– Viva o dia da Consciência Negra!
AXÉ MOTUMBÁ!

(*) Flávio Antônio da Silva Nascimento é professor universitário aposentado com pós-doutorado

3 comentários

  1. Isso tudo é reflexo de governos petistas que enterraram o país literalmente. Corrupção, roubalheira, impunidade e incompetência eram a tônica do dia e o vírus da ganância se espalhou pelo país.

  2. Penso que todos deveriam ter os mesmos direitos e oportunidades, mas basta estar no poder que corrompe.

  3. Isso tudo é reflexo de políticas não sérias, descomprometidas com a realidade do país e nada tem a ver com partidos petistas, mas com todos os outros; uma vez vez que o problema é histórico e percorre décadas. E na verdade, politicas de inclusão tem se dado muito mais no governo petista, como o Senhor não menciona.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia