SANTA CASA
Estado paga 1ª parcela de aporte emergencial

Santa Casa cogitou suspender atendimentos via Sistema Único de Saúde devido a novos atrasos em repasses de recursos por parte do estado – Foto: Arquivo

Após a informação de que os hospitais filantrópicos poderiam suspender novamente serviços em Mato Grosso, o Estado liberou ontem (11) o pagamento de R$ 2,5 milhões, referente à parcela de setembro dos recursos destinados para as unidades. Como hoje (12) é feriado, o dinheiro estará na conta das prefeituras, que fazem os repasses para os hospitais, nesta sexta-feira (13).
Os hospitais filantrópicos do Estado, sendo a Santa Casa de Cuiabá, os hospitais do Câncer, Santa Helena, Geral Universitário, todos na Capital, e a Santa Casa de Rondonópolis, cogitaram suspender atendimentos via Sistema Único de Saúde (SUS) devido a novos atrasos em repasses de recursos por parte do estado.
Na última paralisação, que aconteceu no mês de agosto, como acordo para encerramento do impasse, Governo e representantes das unidades hospitalares acordaram um aporte emergencial de R$ 7,5 milhões para os cinco hospitais filantrópicos, que seria pago em três parcelas de R$ 2,5 milhões por três meses, com sua revisão dentro de 60 dias. O acordo previa, ainda, que o pagamento dos R$ 2,5 milhões para os cinco hospitais tivesse sua primeira parcela paga em 7 dias.
Contudo, por meio da Portaria 150, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) determinou que o pagamento seria feito somente nos meses de setembro, outubro e novembro, mas findando o mês de setembro, nenhum pagamento foi realizado. Por isso, a nova paralisação foi cogitada.
O recurso financeiro anunciado ontem foi disponibilizado após a liberação do orçamento pela Assembleia Legislativa (ALMT).
O valor da parcela será repassado aos Fundos Municipais de Saúde de Cuiabá e de Rondonópolis, que farão os repasses para a Santa Casa de Cuiabá (R$ 656.327,89), Santa Casa de Rondonópolis (R$ 337.865,55), Hospital Geral Universitário de Cuiabá (R$ 691.636,67), Hospital do Câncer de Mato Grosso, em Cuiabá (R$ 348.241,48) e o Hospital Santa Helena de Cuiabá (R$ 465.937,41).

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia