REQUERIMENTO
Deputado constata três trechos em obras na MT-040

Três lotes da MT-040 estão com obras em andamento e em estágio bastante adiantado – Foto: Arquivo

O andamento das obras de conclusão da MT-040 (a “Estrada Verde”), que liga Rondonópolis a Cuiabá, foi alvo de questionamento a partir de um requerimento de autoria do deputado estadual Sebastião Rezende enviado à Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT).
Em resposta, a Sinfra repassou ao parlamentar que três lotes do trecho pendente de pavimentação estão com obras em andamento e em estágio bastante adiantado. O trecho sem asfalto vai do distrito de Mimoso até o distrito de Fátima de São Lourenço, sendo dividido em quatro lotes de obras.
Rezende repassou à reportagem, com base nas informações da Sinfra, que o problema ocorre apenas no primeiro lote da rodovia, a partir de Mimoso, perfazendo um trecho de cerca de 20 quilômetros, onde a empresa abandonou a obra, enfrentando dificuldades econômicas.
Os lotes com obras em andamento são conduzidos pelas empresas Agrimat, com 20 quilômetros de extensão; Encomind, também com 20 quilômetros; e a Cavalca, na região de Fátima de São Lourenço, com cerca de 17 quilômetros.
A intenção da Sinfra é rescindir o contrato com a empresa que abandonou o trecho a partir de Mimoso e, após isso, chamar a empresa segundo colocada na licitação, visando ganhar tempo.
A rodovia MT-040 liga Rondonópolis a Cuiabá pela região pantaneira e vem sendo reivindicada pela sociedade local desde 2011. Desde o começo, o deputado Sebastião Rezende vem apoiando a ideia como alternativa para aliviar o intenso tráfego de veículos que corta as BRs-070, 364 e 163.
Vale dizer que esse trecho de 77 quilômetros sem asfalto da MT-040 começou a ser pavimentado pelo programa chamado MT Integrado, financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

1 comentário

  1. Aleluia!
    Para mim que nasci em Barão e ainda tenho parente lá, será uma benção.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia