TUMOR É BENIGNO
Ao falar sobre cura, Roger se emociona

Roger não precisará fazer quimioterapia e radioterapia por ter descoberto o tumor ainda em fase inicial – Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Após a retirada de um tumor no rim, o atacante Roger, do Botafogo, concedeu uma entrevista coletiva na tarde de ontem (11), ao lado do médico Raphael Rocha, responsável pelo procedimento cirúrgico, para atualização de seu quadro clínico: levemente emocionado, o atleta viu o urologista anunciar que o cisto era benigno e comunicou quando retornará às atividades.
“Eu me emociono porque sem dúvidas foi o momento mais difícil da minha vida. E eu esperei para dar esta entrevista porque queria falar curado. É muito bom estar aqui do lado do senhor [o médico Raphael Rocha] hoje [ontem, quarta-feira, dia 11 de outubro], e o senhor falar para mim que daqui 30 dias eu posso treinar, com muita saúde. Isto é muito bom”, disse o atleta com a voz embargada, sem não antes agradecer a Deus, o próprio médico e o carinho de todos os torcedores.
Feliz com o quadro atual, devido as circunstâncias apresentadas, Roger ainda contou como foi lidar com a notícia no começo e enalteceu o apoio que recebeu logo após que a informação foi confirmada.
“No início foi aquele choque. A primeira reação foi de muito choro, muita dor, até porque era uma coisa muito superficial. Não sabia o que era, como tratar, o que fazer. Então foi um baque muito grande, mas, sinceramente, é a segunda vez que choro assim. Eu chorei quando vi meus pais chorando, quando fui contar para eles, e hoje. Então esta força que todo mundo passou, a positividade, as orações, todo mundo mandando mensagem, ligações, tudo isso fez a diferença e me fortaleceu”, revelou.
O contrato de Roger com o Botafogo é válido até o final do ano. Aos 32 anos, o atacante foi contratado no fim do ano passado após se destacar com a camisa da Ponte Preta.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia