ELEIÇÕES 2018
SD não descarta lançar candidatura ao Senado em MT

Valdir Correia, 1º vice-presidente do SD estadual: “partido está trabalhando para lançar um candidato a senador nas eleições do ano que vem” - Foto: Arquivo

Valdir Correia, 1º vice-presidente do SD estadual: “partido está trabalhando para lançar um candidato a senador nas eleições do ano que vem” – Foto: Arquivo

Já está certo que o Solidariedade (SD) terá candidaturas para deputado estadual e federal nas eleições do ano que vem. Além disso, não está descartada a possibilidade da legenda lançar candidato para concorrer à uma das duas vagas do estado ao Senado Federal. A informação é do 1º vice-presidente do SD estadual Valdir Correia.
“Na primeira segunda-feira do próximo mês teremos uma reunião ampliada do partido para discutir as eleições de 2018. É certo que teremos candidatos a deputado estadual e federal. A candidatura para senador não está descartada”, reforça o dirigente partidário.
De acordo com Valdir Correia, atualmente a sigla possui 60 vereadores eleitos no estado, no entanto, este número poderá saltar para 100. “No mês de abril de 2018, seis meses antes das eleições, será aberta uma janela para troca de partido sem a perda do mandato. Diante deste quadro futuro, estimamos receber cerca de 40 novos filiados no exercício do cargo”, revelou.
Em Rondonópolis, na próxima reunião ampliada do SD no começo de outubro, será discutido com os militantes a setorização do partido na cidade e também nos municípios da região sudeste. “Esta setorização será com foco nas eleições de 2018. O partido e seus representantes precisam estar mais próximos das bases, ou seja, das comunidades, que deverão conhecer e participar da elaboração das propostas da sigla para melhoria de vida da população”, externou.
O Solidariedade tem por meta, em Rondonópolis, chegar aos 3.500 filiados. Atualmente, o partido tem mais de 2 mil e, no Estado de Mato Grosso, quase 15 mil filiados.
Até o final deste ano, a legenda terá que criar o seu diretório municipal. No último dia 14 de agosto, o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio, foi conduzido à presidência do SD em Mato Grosso, sendo responsável pela condução das eleições dos diretórios municipais.
Devido a uma determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até o final deste ano os partidos terão que formar seus diretórios nos municípios e não poderão atuar mais apenas com uma comissão provisória.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia