Temer e Horácio Cartes reafirmam decisão de suspender Venezuela do Mercosul – 14h27′

Após reunião na manhã de hoje (21) entre o presidente Temer e o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, no Palácio do Planalto, os dois mandatários divulgaram um comunicado conjunto em que reafirmam o pleno acordo com a decisão de suspender a Venezuela do Mercosul.

“Os presidentes reiteraram a importância que atribuem à plena vigência das instituições democráticas como condição essencial para o aprofundamento dos processos regionais de integração. Nesse contexto, reafirmaram seu pleno acordo com a decisão de suspensão da Venezuela”, diz o comunicado.

Em breve declaração à imprensa, Cartes mencionou a crise na Venezuela e disse que é preciso procurar soluções por meios pacíficos e políticos que contribuam para recuperar a institucionalidade democrática no país.

O presidente Temer destacou que os países vizinhos compartilham a preocupação com o combate ao crime. Brasil e Paraguai tem cerca de 1,3 mil quilômetros de fronteiras e tem articulado ações para combater a atuação de organizações criminosas na região. “É uma prioridade que nos ocupa diuturnamente. É densa e bem-sucedida nossa cooperação no combate ao crime organizado”, disse Temer.

Cartes reafirmou sua disposição em construir conjuntamente políticas contra o crime. “É oportuno destacar nossa firme determinação e esforços para manter a segurança de nossos cidadãos. Temos possibilidade de atuar sistemática e coordenadamente para vencer o crime organizado, seja de onde for”, disse.

Mercosul

Ao falar do comércio entre os dois países, Temer disse que num mundo marcado por tendências isolacionistas a resposta a ser dada é a da integração. “Num mundo marcado por tendências isolacionistas, nossa resposta é cada vez mais integração. Estamos agora e queremos promover uma aliança do Mercosul com a Aliança do Pacífico. Buscando abrir o Mercosul para um relacionamento de natureza internacional”, disse Temer.

Os dois presidentes comentaram as negociações para a celebração de um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia. Cartes disse esperar que seja possível ter a negociação concluída até o final deste ano.

Ao abordar a economia, Temer disse que Brasil e Paraguai vivem um momento de convergência de prioridades com a adoção de medidas para modernizar a economia.

Temer condecorou Cartes com o colar da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, comenda que o presidente do Brasil atribui a personalidades estrangeiras. Cartes por sua vez condecorou o brasileiro com o colar do Marechal Francisco Solano Lopes.

Fonte: Agência Brasil

1 comentário

  1. Suspender a Venezuela é pouco, o correto seria simplesmente expulsão pelo fato de lá não existir mais uma democracia, mas sim uma nojenta ditadura comunista.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia