Tecnologia contra o crime

Nos últimos anos, o grande alvo dos bandidos na maioria das cidades brasileiras, em crimes de roubos contra pessoa, tem sido os aparelhos celulares, principalmente smartphones. A prática é atrativa, considerando que se trata de um objeto de grande aceitação para troca/venda na atualidade, especialmente para alimentar o uso de entorpecentes.
Não por menos a contenção dos roubos à pessoa, tendo como objeto material os aparelhos celulares, é uma grande preocupação das autoridades policiais. Nesse contexto, uma novidade é o anúncio da possibilidade de bloqueio pelas vítimas de aparelhos celulares roubados ou furtados a partir desta segunda-feira (17/7).
Conforme noticiado pelo Jornal A TRIBUNA, o bloqueio automático desses aparelhos poderá ser realizado em todas as Delegacias da Polícia Judiciária Civil, no ato do registro do boletim de ocorrência. A medida é bem-vinda e pode ser uma resposta interessante para inibir os roubos e furtos de celulares no País.
Para isso, o cidadão precisa informar, no ato de registro da ocorrência, que deseja bloquear o aparelho. Ao saberem que os celulares bloqueados ficarão inutilizados, os bandidos vão começar a diminuir os roubos desses aparelhos. Consequentemente, a expectativa é que os índices de roubos possam cair nas cidades brasileiras.
Essa medida é um exemplo que a tecnologia precisa ser mais empregada na tentativa de conter a criminalidade no País. Inclusive, não podemos deixar de registrar que uma autoridade policial informou ao Jornal A TRIBUNA que o número de furtos em Rondonópolis, no geral, avançou de 586 casos em 2015 para 3.036 em 2016.
É claro que diversos fatores contribuem para o aumento da criminalidade no País, entre eles a sensação de impunidade, a partir de uma legislação que carece urgentemente de reforma. Mas, mesmo assim, não podemos deixar de usar as diversas ferramentas tecnológicas, hoje existentes, na tentativa de inibir a violência.
Tomara que, em médio prazo, a sociedade brasileira já possa ver resultados positivos a partir da possibilidade de bloqueio dos celulares em caso de roubo/furto desses aparelhos.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia