"CELINA BEZERRA" E "DONA NEUMA"
Secretário sugere que famílias cobrem o governador

Pedro Taques deve visitar Rondonópolis na próxima terça-feira, dia 23. Secretário de Pátio vê nessa visita a oportunidade para se fazer a cobrança

Paulo José, secretário de Habitação: “quanto mais gente melhor”

Paulo José, secretário de Habitação: “quanto mais gente melhor”

As famílias que foram selecionadas para uma moradia em Rondonópolis, nos residenciais Celina Bezerra e Dona Neuma de Morais, devem aproveitar a visita do governador Pedro Taques, na próxima terça-feira, dia 23, para cobrar agilidade na contrapartida do Estado para o término das obras. A sugestão é do secretário Municipal de Habitação Paulo José Correa e foi externada ontem durante uma reunião com vereadores e  pessoas que estão pré-alocadas para os dois residenciais.
“Quanto mais gente melhor. Precisamos fazer com que ele [Pedro Taques] entenda a necessidade da retomada das obras do Celina Bezerra e quantos são os que aguardam pela entrega de suas chaves. Vamos nos mobilizar e se fazer presente”, reiterou
A preocupação das famílias é com relação a demora na retomada das obras. “O que ganhamos, quase que em sua totalidade, vai para pagar o aluguel. A entrega de nossas casas é um sonho que a cada dia se torna mais distante”, pontuou Cléo Deusane.
O vereador Adonias Fernandes (PMDB) disse que a luta dos moradores é justa e que as obras precisam ser retomadas com urgência. “O Celina Bezerra está quase pronto. Precisamos resolver este problema o quanto antes. Para amenizar a angústia de vocês, marquei esta reunião com o secretário para explicar o andamento do processo”.
Paulo José esclareceu que os dois residenciais têm repasses distintos, sendo um do Governo Federal e o outro do Estado e que há uma união da classe política para que os repasses sejam feitos e as obras retomadas. “A retomada das obras do residencial Celina Bezerra será anunciada em um ato que acontecerá no dia 23 de maio, com a presença do governador Pedro Taques e outras autoridades. Quanto ao Neuma, estamos unindo forças para conseguir a liberação do repasse”, salientou.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia