ÁREA URBANA
Carretas continuam circulando normalmente na cidade

Carretas congestionam o trânsito na avenida Marechal Dutra, que está dentro da zona de restrição - Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA

Carretas congestionam o trânsito na avenida Marechal Dutra, que está dentro da zona de restrição – Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA

Carretas e veículos de grande porte voltaram a circular novamente na área urbana de Rondonópolis sem qualquer fiscalização efetiva por parte da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat).
Caminhões com câmaras refrigeradas estacionam na frente de residências durante o dia e a noite. Além disso, caminhões longos e altos arrancam a fiação e postes de energia das residências.
Na cidade, a Lei Municipal nº 6.595/2011, definiu a Zona de Restrição Máxima de Circulação (ZRMC), onde é proibido o trânsito, circulação, parada e estacionamento de veículos de transporte de carga e passageiros, como ônibus, microônibus, vans, caminhão, caminhão articulado, trator de rodas, trator misto, chassi plataforma, motor-casa, reboque ou semirreboque e suas combinações, carregados ou não.
A ZRMC tem área determinada, de acordo com a Lei, que compreende o entroncamento das vias Rua Afonso Pena com a Rua Pedro Ferrer, Avenida Frei Servácio com a Avenida Marechal Rondon e atinge parte de várias Ruas e Avenidas, devidamente sinalizadas.
Esta lei permite a carga e descarga transportada por veículos pesados ou similares das 18 às 8 horas de segunda à sexta-feira; aos sábados, a partir das 14 horas e, aos domingos, durante todo o dia.
Porém, nos últimos anos, a cidade cresceu e aumentou o fluxo de veículos pesados e, sem uma fiscalização efetiva, eles trafegam fora do horário permitido causando transtornos principalmente no trânsito.

2 comentários

  1. Rondonópolis virou mãe Joana em relação às carretas perambulando pela cidade. Vergonha. Cadê o policiamento?

  2. ISSO É O FIM DE TODAS AS PICADAS.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia