REPERCUSSÃO
Saída de Mara Oliveira foi precipitada, avalia vice-presidente do PSL

Biliu, vice-presidente estadual do PSL: “acho que foi o resultado das urnas que ela não conseguiu absorver” - Foto: Arquivo

Biliu, vice-presidente estadual do PSL: “acho que foi o resultado das urnas que ela não conseguiu absorver” – Foto: Arquivo

O vice-presidente estadual do Partido Social Liberal (PSL), Valdemir Castilho, o Biliu, avaliou a desfiliação da servidora pública estadual Mara Oliveira (publicada ontem pelo A TRIBUNA), como precipitada, sendo que, segundo ele, o partido tinha vários projetos para oferecer à Mara Oliveira, filiada de longa data do PSL na cidade.
“A Mara, logo após as eleições, vinha mostrando um descontentamento e não sabemos o motivo. Acho que foi o resultado das urnas que ela não conseguiu absorver. A saída dela do partido não tem nada a ver com a decisão dos vereadores sobre a eleição da mesa diretora da Câmara Municipal, onde os vereadores são livres para tomar a decisão de acordo com suas consciências. Desejo sucesso a ela em qualquer agremiação partidária que se filiar futuramente. Ela está deixando o partido no momento errado, mas politica é assim, as coisas mudam e as pessoas também”, disse Biliu.
O vice-presidente estadual do PSL ainda revelou à reportagem que Mara Oliveira estava na cota de privilégios do PSL. “Agora, com dois vereadores eleitos, o leque de oportunidades na politica aumenta e o partido se fortalece. A política se faz com soma e ela estava em nossos projetos e sempre teve o nome citado e defendido nas discussões internas e articulações políticas. A Mara Oliveira deixou o partido no momento errado”, reforçou o vice-presidente.
Mara Oliveira estava filiada ao PSL desde 2010, sigla que já ocupou a vice-presidência estadual. Na última eleição, pleiteou uma vaga na Câmara, além de motivar a participação feminina para mais mulheres serem candidatas.
O PSL saiu vitorioso do último pleito municipal onde elegeu dois vereadores João Moto Táxi que recebeu 1.324 votos e Beto do Amendoim com 1.150. É uma das siglas que mais cresceu na cidade com trabalho de base e dois vereadores com conhecimento das demandas da sociedade que poderão colaborar com o desenvolvimento social e politico de Rondonópolis.
Atualmente ocupa a vice-presidência da Câmara com o vereador Beto do Amendoim.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia