GOL MAIS BONITO
Jogador malaio supera concorrência com Marlone e leva o prêmio Puskás

Mohd Faiz Subri recorreu ao seu telefone celular na hora do discurso

Mohd Faiz Subri recorreu ao seu telefone celular na hora do discurso

O gol mais bonito do mundo em 2016, de acordo com a Fifa, foi do malaio Mohd Faiz Subri. Ontem (9), ele superou a concorrência de um meia-atacante brasileiro, Marlone, indicado ao prêmio Puskás pela bela jogada que colaborou com a vitória por 6 a 0 sobre o chileno Cobresal, em 20 de abril, em Itaquera, pela Copa Libertadores da América – após cruzamento da direita, ele ajeitou a bola no peito e acertou a rede com um voleio.
Para os internautas que colaboraram com a eleição da Fifa, no entanto, Mohd Faiz Subri chamou ainda mais a atenção ao balançar as redes em uma cobrança de falta com curva pelo Penang FA contra o Pahang, em fevereiro, pelo Campeonato Malaio. O ex-jogador brasileiro Ronaldo anunciou o resultado da premiação. A outra finalista era a venezuelana Daniuska Rodríguez, que anotou por sua Seleção contra a Colômbia, em março, no Sul-Americano sub-17.
Uma vitória de Marlone poderia ter servido como consolo para a temporada ruim do Corinthians, que passou pelas mãos de Tite, Fábio Carille, Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira e nem sequer obteve classificação para a próxima Libertadores.
Reserva do Corinthians na época em que protagonizou a jogada contra o Cobresal, Marlone se firmou no decorrer de 2016, conquistando a torcida e até a admiração de outros clubes – o Atlético Mineiro formalizou uma proposta para tirá-lo do Parque São Jorge neste ano. O meia de 24 anos, que acumula passagens por Vasco, Cruzeiro, Fluminense e Sport, compareceu à cerimônia da Fifa com o distintivo corintiano na lapela do seu terno. Pelo clube paulistano, tem 38 partidas disputadas, com oito gols feitos.
O Brasil já conquistou o prêmio Puskás com Neymar (2011) e Wendell Lira (2015). Além deles, o português Cristiano Ronaldo (2009), o turco Hamit Altintop (2010), o eslovaco Miroslav Stoch (2012), o sueco Zlatan Ibrahimovic (2013) e o colombiano James Rodríguez (2014) receberam a honraria concedida pela Fifa.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia