Doe vida, doe sangue!

raimundo-soaresImagine se seu filho, seu amigo, seu irmão, seu parente, ou alguém próximo de você estivesse num leito de hospital, pronto para uma cirurgia delicada e o médico lhe dissesse: Vamos ter que esperar mais um pouco. O estoque do nosso banco de sangue não é o suficiente! Bom, essa é uma realidade nua e crua, pois todos os dias, milhares de pessoas necessitam de sangue para sobreviverem por mais um tempo de suas preciosas vidas.
Agora pense mais uma vez comigo: como você agiria se descobrisse que para viver o dia seguinte e outros mais de sua breve vida fosse necessário receber um tipo de sangue raro difícil de encontrar? Ou se por acaso, você fosse essa pessoa com o tipo de sangue raro e soubesse que alguém necessita dele urgentemente para fazer um transplante e continuar no auge da sua felicidade, o que você faria? Você decide!
Como cristão que sou, acredito que quando Jesus disse que o verdadeiro amor, se baseia em dar a vida pelos amigos, Ele também estava querendo dizer: DOE SANGUE, DOE VIDA! Eis a verdadeira prova de amor. (João 15-13). Quando amamos, desejamos o bem a todos. Pe Zezinho já cantava : “ Amar como Jesus amou” e tenho certeza que William Shakespeare transformaria a tão famosa frase “Ser ou não ser” da sua tragédia épica da peça “Hamlet“ em algo magnífico, cheio de brilho, amor e luz como : Doar ou não doar? Eis a questão! Se o próprio Cristo doou seu SANGUE na cruz por todos nós, porque não podemos fazer o mesmo pelo próximo?
Mas, porque ser um doador? Simples. O sangue humano não pode ser fabricado de forma artificial, ele é insubstituível. Vejo isso, como o milagre perfeito. Por isso, doar sangue é um ato voluntário de amor ao próximo que pode mudar para sempre a vida de alguém. São várias as razões para ser um doador de sangue: – Pense naqueles que sofrem com acidentes de trânsito ou queimaduras. – Pacientes hemofílicos com problemas de coagulação de sangue. Eu mesmo já passei por isso. Três vezes meu sangue coagulou antes de fazer uma cirurgia de Sinusite em Curitiba. – Toda cirurgia de médio e grande porte precisa de sangue. -Acredita-se que um a cada dez pacientes hospitalizados necessitam de transfusão sanguínea e ainda mais: milhões de pessoas são salvas devido às transfusões de sangue. – Por fim, as bolsas de sangue coletadas anualmente no país não são suficientes para atender à demanda. Eis uma boa verdade: Boas razões merecem boas ações.
Doar sangue é simples: Você precisa estar bem de saúde. Ter entre 16 e 69 anos. Estar com peso de no mínimo 50 kg. Estar descansado, bem alimentado e apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial.
Eu? Sim! Sou doador de vida. Sou doador de órgãos, sou doador de medula, e sou doador de sangue e como isso me faz bem. Porque a vida é um bem precioso de Deus, um presente de valor inestimável e sábio é quem sabe vive-la de maneira agradável, um dia por vez. Seja sensato e prudente. Se você tem saúde de sobra, que tal compartilhar um pouco dela e fazer o próximo feliz?
Doe vida, doe sangue! Doar faz bem e dignifica o homem. Deixo meu convite aberto a todos que se enquadram nas características de um doador. Apresente-se ao hemocentro de sua cidade e faça parte desse grupo de salvadores de vidas. “Deve-se doar com a alma livre, simples, apenas por amor, espontaneamente! (Martinho Lutero). Se for sangue, melhor ainda (prrsoares”).

(*) Raimundo Soares de Andrade é doador de vida, é doador de sangue! E-mail: prrsoares@hotmail.com

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia