Trânsito
Perseguição policial termina em tragédia

Uma perseguição policial terminou em um grave acidente de trânsito na noite de ontem (07/10), em Rondonópolis. O administrador local do guichê do terminal rodoviário da empresa Andorinha, Luiz Antônio Moreira, de 49 anos de idade, morreu no acidente e outras quatro pessoas ficaram feridas.

O acidente aconteceu por volta das 21h20, no cruzamento da Rua Otávio Pitaluga com a Rua Leopoldina Pinho de Carvalho, abaixo da feira da Vila Aurora. Segundo testemunhas, o acidente aconteceu quando uma viatura da PM, um Pálio Weekend com placas OBJ 2109 de Alto Taquari, perseguia suspeitos que estariam armados em uma moto.

O veículo conduzido por Luiz Antônio, um Gol de placas OAP 7988, de Rondonópolis, foi colhido pela viatura da PM quando cruzava a Rua Otávio Pitaluga. No veículo, além do condutor, estavam a esposa dele, Eliane Ferreira Moreira, e o filho do casal, Paulo Victor Moreira, de 8 anos. O condutor do Gol morreu no local. Conforme informações de parentes, Eliane e seu filho foram levados para o Hospital Regional e passam bem.

Na viatura da PM, estavam o soldado Luís Fernando da Silva e o cabo Rogério, que também foram socorridos e levados para o Hospital Regional. Conforme informações de policiais, os dois também passam bem.

Parentes da vítima fatal estavam revoltados, segundo eles, com a falta de critérios e cuidados da PM durante perseguições a bandidos, que já havia provocado tragédias em outras ocasiões.
Também ontem, no final da tarde, uma colisão entre um ônibus e uma moto tirou  mais uma vida na BR-163, nas proximidades da Crystal. No domingo, um casal que residia em Pedra Preta perdeu a vida em um acidente na BR-364, quando se dirigia de Rondonópolis para aquela cidade.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia