Travessia Urbana – Comissão tem primeira reunião agendada

O presidente da Comissão de fiscalização das obras da travessia urbana, vereador Jailton do Pesque e Pague (PDT), convocou primeira reunião de trabalho

O presidente da Comissão de fiscalização das obras da travessia urbana, vereador Jailton do Pesque e Pague (PDT), convocou primeira reunião de trabalho

A comissão de fiscalização da obra da travessia urbana da Câmara Municipal realiza hoje (6), a partir das 13h30, a primeira reunião de planejamento. No encontro, os sete membros irão definir como serão conduzidos os trabalhos. Segundo o presidente da comissão, vereador Jailton do Pesque e Pague (PDT), já nesta primeira reunião serão encaminhadas as solicitações de relatórios e feitos convites às pessoas que têm responsabilidade sobre a obra para que compareçam à Câmara para serem ouvidas.

De acordo com o presidente, alguns encaminhamentos já estão adiantados. “Já conversamos com o engenheiro da empresa Objetiva e ele se disponibilizou em encaminhar as informações de tudo o que foi feito na obra e aquilo que ainda restou sem fazer”, destacou o vereador, que complementou que a comissão também estará convidando o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Mato Grosso (Dnit-MT), Luiz Antônio Garcia, para que compareça em uma reunião para falar sobre a obra.

Jailton ressaltou também que serão solicitados os dados referentes aos gastos que foram feitos na obra desde 2009, bem como todas as planilhas e os relatórios atuais sobre quanto ainda será necessário gastar para as obras da passagem subterrânea da Vila Mamed e a finalização da pista-dupla entre o Anel Viário e o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Conforme o presidente da comissão, os empresários que possuem empreendimentos no trecho que compõe a travessia urbana das BRs 163 e 364 serão convidados a participarem, contribuindo com informações. “Queremos que os empresários também nos deem sugestões ou denunciem, caso saibam de irregularidades, para auxiliar no trabalho que vamos desenvolver com a comissão. Sempre buscando a lisura e a transparência”, reiterou Jailton do Pesque e Pague.

A comissão de fiscalização das obras da travessia urbana em Rondonópolis foi criada pela Câmara Municipal em substituição à Comissão Especial de Inquérito (CEI), que não teve a aprovação necessária para ser aberta. Na última sexta-feira (2), ocorreu a primeira convocação da comissão, que foi feita pelo presidente da Câmara, Ibrahim Zaher (PSD). Na ocasião foi eleito o presidente, vereador Jailton do Pesque e Pague e o vice-presidente, vereador Cido Silva (PP), entre os membros escolhidos pelas lideranças partidárias para comporem a Comissão.

O principal objetivo da Comissão é o de fiscalizar as obras que estão em andamento na travessia urbana – passagem subterrânea da Vila Mamed e conclusão da pista-dupla entre o Anel Viário e a PRF – , além de buscar informações sobre as obras que já foram concluídas e pagas.

De acordo com o vereador Jailton do Pesque e Pague, caso a comissão de fiscalização encontre irregularidades ao longo do trabalho que será desenvolvido, será aberta imediatamente uma CEI, para apurar os fatos, já que a Comissão de fiscalização tem poderes limitados.

Além da comissão aberta na Câmara, a obra da travessia urbana, que teve início em 2009 e teve o prazo do convênio entre Município e Dnit prorrogado por duas vezes, está sendo investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) em um inquérito civil público aberto desde janeiro deste ano. Em uma última ação, o MPF encaminhou ofício para a prefeitura de Rondonópolis solicitando o vídeo e demais informações da audiência pública realizada no dia 11 de julho, e solicitações de informações acerca da obra ao Dnit, ao Tribunal de Contas da União (TCU) e à empresa Objetiva.

Fonte: Danielly Tonin

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia