Rondonópolis contabiliza 105 mortos em 2011

Secretário-executivo do GGI, Nildeson Cândido da Silva: “vamos trabalhar para reduzir esses índices”

Somente em 2011 o trânsito em Rondonópolis contabilizou a morte de 105 pessoas, segundo dados do Instituto Médico Legal (IML). Os números preocupantes vão começar a ser divulgados em uma ampla campanha de conscientização pela redução dos acidentes de trânsito, encabeçada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI), que reúne órgãos e entidades ligados à segurança pública. A campanha vai ganhar as ruas e a mídia local ainda neste mês de março, com a intenção de envolver toda a sociedade organizada.
Conforme o secretário-executivo do GGI, Nildeson Cândido da Silva, trata-se de uma grande campanha pela vida das pessoas que moram em Rondonópolis. Para efetivar a iniciativa, ele explica que o GGI montou uma comissão de trânsito para apurar os dados referentes ao setor, entre eles uma estatística sobre as vias com maior índice de acidentes de trânsito em 2011. Agora estão sendo preparados panfletos educativos que serão entregues durante um mês nesses locais com maior concentração de acidentes.
O GGI apurou que as vias com maior índice de acidentes de trânsito no ano passado na cidade foram: a Rua XV de Novembro, com 123 ocorrências; a Avenida Bandeirantes, com 117 ocorrências; cruzamento da Avenida Frei Servácio com a Rua Rio Branco, com 98 acidentes; cruzamento da Rua Fernando Correia com a Avenida Dom Wunibaldo, com 95 ocorrências; cruzamento da Rua Castelo Branco com a Rua José Barriga, com 90 ocorrências; e a Rua Goiânia, com 75 ocorrências.
A panfletagem nos locais com maior número de acidentes será feita em um trabalho inicialmente de cunho orientativo. Em seguida, Nildeson informa que será feita uma análise dos novos índices e, caso não tenha havido redução do número de acidentes, serão feitas ações de caráter punitivo, com multas e apreensões. “É uma campanha a longo prazo”, explica o secretário-executivo do GGI.
A intenção é que a campanha também seja levada para os meios de comunicação de Rondonópolis. Inclusive, lembrou que um dos parceiros da iniciativa é a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR), que faz parte do GGI e se prontificou em fazer uma contribuição nesse sentido.
AÇÕES – Antes mesmo dessa grande mobilização, o GGI tem auxiliado com diversas sugestões em prol do trânsito local. Nildeson lembra que o órgão sugeriu o fechamento das passagens na MT-270 e também na Avenida Bandeirantes, em Vila Operária, resultando na redução de acidentes nessas vias.
Outra sugestão encampada pela Secretaria Municipal de Trânsito foi de instalação de um semáforo no cruzamento da Avenida Plínio Aguiar com a Rua Goiânia.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia