Silval diz que vai implantar Unemat em Rondonópolis e curso de medicina

Silval Barbosa: “estado tem pouca oferta de cursos de medicina”

O governador Silval Barbosa afirmou que a Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat) deve ser ampliada e, com isso, a cidade de Rondonópolis deve ser beneficiada. E mais: pode ter inclusive um curso de medicina. A declaração foi dada na última terça-feira (27), quando o governador participou, em Brasília, de uma reunião com o grupo do movimento em prol da duplicação da rodovia BR-364/163, na residência do deputado federal Wellington Fagundes. O grupo, como foi amplamente noticiado pelo A TRIBUNA,  esteve em Brasília participando de uma audiência com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, sobre a rodovia.
Silval externou, na ocasião,  que a ideia é fortalecer a Unemat nos campi de Sinop e Cáceres que também passariam a oferecer o curso de medicina.
O governador justifica que a preocupação é grande devido a necessidade de se formar novos médicos em Mato Grosso e que o Estado tem pouca oferta de cursos de medicina. Atualmente, há apenas o curso oferecido pela UFMT e pela Unic em Cuiabá.
Silval explicou que existem cidades no Brasil que contam com mais cursos de medicina do que em todo o estado de Mato Grosso e a ideia do governador é tentar mudar essa realidade. Um exemplo disso é o caso de Ribeirão Preto, que tem três cursos de medicina, um a mais que a oferta de Mato Grosso. A cidade paulista conta com um curso oferecido pela USP e mais dois que são de instituições particulares. Mato Grosso do Sul, por exemplo, oferece três cursos de medicina, sendo dois em Campo Grande e outro em Dourados.
MOVIMENTO
Em Rondonópolis, o movimento Pró-Unemat tem ganhado força e, na semana passada, o presidente da Assembleia Legislativa, José Riva, recebeu de representantes do movimento um abaixo-assinado com mais de 10 mil assinaturas de apoio à causa.

3 comentários

  1. Excelente, demorô! se não for tudo mentiras?

  2. Bom, eu duvido e muito de que tal afirmação se concretize em um futuro próximo. Se até o campus da UFMT daqui está um verdadeiro caos, imagine trazer Medicina para Rondonópolis em uma instituição pública estadual… Ouvi dizer que é muito caro os custos para manter cadáveres (ou acham que estudaremos Medicina com “corpos” sintéticos?). Se pelo menos investissem mais na cidade, mais na educação daqui e parasse de prometer o que geralmente não cumprem, Rondonópolis seria um polo excelentemente exemplar para se cursar tal curso…

  3. Aires José Pereira

    Rondonópolis merece e precisa do Campus da UNEMAT. Estou torcendo muito para que isto aconteça de fato.
    Abraços a todos.
    Aires José Pereira

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia