Fluminense demite Cuca e vai em busca de Muricy

A diretoria do Fluminense decidiu que a melhor estratégia era não esperar por uma possível eliminação na Copa do Brasil e agiu imediatamente. Assim, Cuca foi comunicado nesta segunda-feira que não é mais o técnico da equipe.
Demitido, Cuca não comandará o time sequer na partida de quinta-feira, contra a Portuguesa, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Ele será substituído interinamente por Mário Marques, técnico que trabalha nos juniores do Fluminense.
A expectativa dos dirigentes é anunciar Muricy Ramalho como o novo técnico do Fluminense. Celso Barros, presidente da Unimed, patrocinadora e investidora do clube, já conversou com ele e teria deixado todas as bases do contrato estabelecidas.
Caso a negociação com Muricy, que está desempregado desde a demissão no Palmeiras, não chegue a uma conclusão satisfatória, o Fluminense estaria disposto a investir no retorno ao Brasil de Abel Braga, técnico do Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. Mas essa opção é mais remota. Joel Santana, que conduziu o Botafogo ao título estadual no último domingo, também teria sido sondado.
“Cuca foi o técnico que capitaneou o time naquela belíssima arrancada no fim do Campeonato Brasileiro de 2009, que nos livrou do rebaixamento. Infelizmente, não conseguiu o mesmo êxito no Campeonato Estadual”, disse Alcides Antunes, vice-presidente de futebol do Fluminense, ao comunicar a demissão.
A demissão de Cuca já era tratada nos bastidores das Laranjeiras desde a eliminação no Campeonato Carioca, mas sua saída não aconteceu antes porque os jogadores, principalmente o atacante Fred, líder do elenco, partiram em defesa da permanência do treinador. Dado importante, uma vez que a passagem de Cuca por outros clubes foi prejudicada justamente por seu relacionamento conflituoso com os comandados.
“Alguns diziam que ele não era bom de grupo, mas vimos aqui que é uma pessoa ótima e se dá bem com os jogadores. Só temos que agradecer por tudo o que fez. Infelizmente, não tivemos um bom resultado no início de ano e temos um planejamento para o Campeonato Brasileiro. Por conta disso, resolvemos informá-lo de que não é mais o treinador. Mas as portas estão abertas”, declarou Alcides Antunes.
Cuca chegou a comandar o treino da manhã desta segunda-feira, no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador. Na parte da tarde, porém, ele foi chamado para uma reunião com o vice-presidente de futebol, quando foi comunicado pessoalmente do rompimento do vínculo.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia

Popups Powered By : XYZScripts.com