Começam as inscrições para a XII Maratona de Matemática

Eunice Cândida e Joselma Pinheiro fazem parte da comissão organizadora da Maratona de Matemática

Eunice Cândida e Joselma Pinheiro fazem parte da comissão organizadora da Maratona de Matemática

Começam, neste domingo, dia 4, as inscrições para a XII Maratona de Matemática. Como em outros anos, a Maratona será realizada em quatro etapas, que compreendem: organização e divulgação do evento nas escolas de ensino fundamental e médio de Rondonópolis; inscrição e seleção dos alunos participantes; aplicação das provas; divulgação dos resultados com premiação para os primeiros colocados.
O evento é uma iniciativa do Departamento de Matemática do Campus da UFMT, em Rondonópolis. As inscrições seguem até o dia 4 de maio. As provas serão aplicadas em 17 de outubro, no turno da manhã, iniciando às 8h e terminando às 12h.
De acordo com a comissão organizadora, composta pelos professores Eunice Cândida Pereira Rodrigues, Joselma Pinheiro Gonçalves Vicente e Ubaldo Tolentino de Barros o evento tem como objetivo principal despertar, descobrir e estimular o gosto da matemática pelos alunos ainda em processo de formação escolar. “Pretendemos também com a maratona, em cada edição, revelar talentos e vocações para Matemática. Outro aspecto importante é que este evento contribui para minimizar os mitos em torno desta área”, esclarece Eunice Rodrigues.
A premiação para os vencedores da Maratona será entregue em ato solene, no campus da UFMT, no dia 28 de novembro deste ano.
34 ANOS
O campus local da UFMT completa 34 anos de existência, mas quem está sendo presenteada é a comunidade com arte, cultura e diversão para todos os gostos. No dia 31, duas exposições no saguão da Biblioteca Regional deram início às comemorações que seguem até o dia 5 de maio.
A Exposição “Prata da Casa”, um projeto desenvolvido pelos alunos do 3º ano de Biblioteconomia e coordenado por Marly Ferreira Marques, gerente da Biblioteca Regional do campus, tem o objetivo de divulgar os trabalhos acadêmicos, científicos e intelectuais de professores desta instituição, que estejam ainda em atividades ou não. Como explicou a gerente de Biblioteca, “é uma forma de prestigiar os professores que dedicam uma vida inteira cuidando da lapidação de tantos seres humanos, trabalhando arduamente em prol do desenvolvimento e da democracia social, educacional e informacional, base elementar para a formação de sujeitos pró-ativos e do exercício pleno da cidadania”.
O outro grande momento da noite foi a “Exposição Almas de Pedra”, do talentoso escultor Paulo Pires de Oliveira, assim denominado pelo secretário de Cultura e Vivência Acadêmica do Campus, Prof. Dr. Laudenir Antonio Gonçalves.
Laudenir Gonçalves fez a abertura do evento, representando a pró-reitora Cecília Kimura. Em seu discurso, fez um resumo das conquistas do campus, parabenizou Antonio Gonçalves (Prof. Tati) por também está completando 34 anos de trabalho e dedicação a esta universidade. “Há mais de três décadas estamos procurando fazer o melhor para transformar o mundo ou ao menos nossa cidade em lugar melhor para se viver, a partir da educação e da formação de jovens e adultos”, salientou ele.
Laudenir Gonçalves concluiu seu discurso ressaltando o valor artístico do escultor Paulo Pires, considerado em sua opinião um gênio, especialmente “por conseguir transformar pedras, muitas delas achadas na beira da estrada e que olhamos e não damos valor, em algo sensacional, simbolizando erotismo, paixão, amor, enfim, vida pulsante”.
Para o escultor, toda esta movimentação em torno de suas obras é de valor inestimável. “A presença de vocês, para mim, é um prêmio. Estou muito feliz. Vocês falam mais alto que os nossos políticos, no sentido de apoiar e fazer as coisas acontecerem. Obrigado pela presença. As pedras vão estar sempre chamando vocês para refletirem sobre o amor, a vida e as inúmeras possibilidades que a natureza nos oferece para viver e ser feliz.”
As suas 50 esculturas permanecerão, até o dia 30 de abril de 2010, em exposição no campus local, sendo algumas do seu acervo particular e outras para comercialização.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Compartilhe esta Notícia