Mais Esportes no Brasil e no Mundo – 25/06/2008

Kimi Raikkonen ac3redita na Ferrari

O finlandês Kimi Raikkonen declarou nesta terça-feira que a Ferrari voltará a dominar o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, após a dobradinha obtida na corrida da França, no último domingo, vencida pelo brasileiro Felipe Massa, e na qual terminou em segundo lugar.
O atual campeão mundial, que venceu a prova no circuito de Silverstone na temporada passada, se disse feliz com o rendimento de seu veículo e, apesar da decepção por não vencer em Magny-Cours, disse estar contente com os pontos obtidos na corrida, “importantes para suas ambições de conseguir um novo título”.

Felipe Massa faz melhor tempo

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, foi o mais veloz no primeiro dia de testes coletivos que as equipes de F-1 estão realizando na pista de Silverstone, na Inglaterra, que é também palco do próximo GP da temporada, no dia 6 de julho. Massa cravou 1min20s188 na melhor de suas 71 voltas e deixou em segundo lugar o McLaren de Heikki Kovalainen.

Lauda dá conselho a Lewis Hamilton

O tricampeão mundial Nikki Lauda pediu a Lewis Hamilton que deixe de lado os comentários veiculados na imprensa.
“Ele precisa entender, urgentemente, que tem que manter as emoções sob controle, em qualquer circunstância, para retomar a sua concentração e perspectiva. Ele não deve mais cometer erros, porque se hoje eles não custam a vida, podem comprometer campeonatos”,alertou o ex-piloto austríaco.
O ex-piloto da Fórmula 1 e atual comentarista Mark Blundell, segue o mesmo caminho ao apontar o que o piloto da McLaren deve fazer nas próximas corridas.
“Ele deixou que os comentários da imprensa o atingissem. A palavra-chave para Lewis agora é controle. Controlar bem o carro dentro da pista e seus sentimentos e emoções fora dela. Ele precisa chegar a Silverstone com a cabeça tranquila. Hamilton não pode se deixar trair pelo lado emocional, porque isso reduz o desempenho”, finalizou o inglês.

Juliana confia em ida para Olimpíadas

A jogadora de vôlei de praia Juliana segue confiante no sonho de disputar a Olimpíada de Pequim, em agosto. A parceira de Larissa nas areias mostrou-se otimista após ser submetida a exames no Rio de Janeiro.
Segundo o médico Carlos Moura, indicado pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Juliana não passará por cirurgia, apesar de ser o procedimento recomendado nestas situações.

Bassul continua na bronca com Iziane

No mesmo dia em que divulgou uma lista com 16 jogadoras para trabalhar na preparação para a Olimpíada de Pequim, o técnico da Seleção feminina de basquete, Paulo Bassul, comentou a respeito do corte da ala Iziane, que havia se recusado a entrar em quadra após ter sido substituída no jogo contra a Bielo-Rússia, válida pelo Pré-Olímpico Mundial, na Espanha.
“Iziane não tem um título em seu currículo. No ano passado, conversei com ela e fiz uma pergunta: até quando você vai continuar sendo cestinha de todas as competições que disputa, mas sem ganhar um título? A ordem de prioridade dela está invertida, mas Iziane verbaliza isso. Ela diz que os seus contratos são baseados em cestas, que os clubes vão olhar quem é a cestinha e que ela não quer saber, pois é assim”, conta Bassul.


Compartilhe esta Notícia